Naomi Osaka fatura R$ 303 mi em 1 ano e se torna a atleta mais bem paga da história

Naomi Osaka já é a atleta bem paga de todos os tempos do esporte mundial. Nesta sexta, a revista especializada Forbes divulgou sua nova lista dos mais ricos do mundo esportivo com a japonesa de 23 anos como mulher mais bem ranqueada, aparecendo na 12ª colocação geral. O ranking analisa o faturamento dos atletas ao longo do último ano. O líder foi o lutador de MMA, Conor McGregor, que superou Cristiano Ronaldo, o segundo colocado.

Somente nos últimos 12 meses, Osaka embolsou 60 milhões de dólares, o equivalente a R$ 303 milhões. Segundo a Forbes, desse montante 55 milhões de dólares vieram de patrocínios. Para se ter ideia do tamanho do feito, apenas Roger Federer, LeBron James e Tiger Woods ganharam mais com patrocinadores em um ano.

No ranking da Forbes de 2020, Osaka aparecia em 29°, atrás de Serena Williams, que ostentava até então o título de a atleta mais bem paga do mundo.

Apesar do alto faturamento, Osaka vive um grave problema na vida pessoal. Recentemente, ela abandonou Roland Garros após recusar-se a participar das entrevistas. A tenista alega que vem sofrendo “enormes ondas de ansiedade” e “longos surtos de depressão”. Por conta do abandono, Osaka foi multada em 15 mil dólares (cerca de R$ 75 mil).

Entrevistado pela Forbes, o consultor de marketing e professor da Universidade de Columbia, Joe Favorito, disse acreditar que o abandono de Roland Garros não vá impactar no faturamento da tenista pelos próximos meses.

– Não acho que haja uma desvantagem para ela. Não acho que haverá qualquer tipo de dano à marca. Acredito que, inclusive, essa luta dela pela saúde mental possa ser uma história na qual os patrocinadores queiram fazer parte – opinou.

Fonte: Globo Esporte

print