Goiás ultrapassa 650 mil casos confirmados por Covid-19, diz governo

Goiás atingiu a marca de 650.386 casos confirmados e 18.292 vidas perdidas de coronavírus desde o início da pandemia, conforme o boletim do governo desta quinta-feira (17).

Em 24h o estado registrou aumento de 2.964 infectados e teve 47 mortes pela doença.

Destes, há o registro de 619.004 pessoas recuperadas. Outros 483.350 casos suspeitos estão em investigação. Ainda de acordo com a SES, existem 353 mortes sendo apuradas.

Ocupação dos hospitais

A rede hospitalar estadual está com 84% dos 598 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados. O índice na enfermaria é de 63%.

Em Goiânia, das 293 vagas de UTI, 87% estão em uso. O índice na enfermaria, que tem 250 leitos, é de 76%.

O Complexo Regulador Estadual, que administra pedidos de internação, está com 41 pacientes na fila de espera por uma UTI e 48 aguardam um leito de enfermaria.

Vacinação

 

O levantamento realizado pela SES registrou que, referente à primeira dose, foram aplicadas 1.901.208 doses. Do total, 681.533 pessoas já receberam o reforço.

O estado já recebeu 3.277.010 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 1.358.880 da CoronaVac, 1.721.470 da AstraZeneca e 196.560 da Pfizer.

Evolução dos casos

 

Casos confirmados:

  • O governo estadual registrou os três primeiros casos de Covid-19 em 12 de março;
  • Em 6 de maio de 2020, Goiás ultrapassou 1 mil casos confirmados e atingiu 45 mortes;
  • Em 14 de agosto, o estado ultrapassou 100 mil casos confirmados da doença;
  • Em 7 de abril, o estado passou de 600 mil pessoas contaminadas;
  • Goiás registrou recorde de casos em um dia em 9 de junho, com 7.031 novos infectados;
  • Em 17 de junho, Goiás ultrapassou 650 mil casos de coronavírus.

 

Mortes confirmadas:

  • A primeira morte por coronavírus registrada em Goiás foi em 26 de março de 2020;
  • Em 7 de outubro, Goiás ultrapassou as 5 mil mortes pela doença;
  • O recorde de mortes em 24 horas foi de 267 óbitos, registrado em 10 de março de 2021;
  • Em 30 de maio, o governo informou que a doença provocou 17 mil mortes;
  • Em 15 de junho, o estado ultrapassou 18 mil mortes pela doença.

 

Fonte: G1 Goiás

print