Somadas, 3 seleções que disputam a Eurocopa valem mais que as 10 da Copa América

Com duas competições em curso – Eurocopa Copa América –, junho é um mês importante no calendário do futebol. Os torneios reúnem todos os campeões mundiais e os jogadores mais valiosos da atualidade. Mas, entre as 15 seleções mais valiosas do planeta, apenas três são da América do Sul.

Dados do site Transfermarkt mostram que, somados, os 10 times da Copa América valem 2,6 bilhões de euros, enquanto somente as seleções da InglaterraFrança Alemanha valem, juntas, 3,2 bilhões de euros.

Mas o ranking de valor de mercado não reflete os resultados dos times em campo. A Bélgica, primeira colocada no ranking de seleções da Fifa, ocupa apenas a oitava colocação entre as mais valorizadas. A Inglaterra, que tem a seleção mais valiosa do mundo, é a quarta colocada no ranking da Fifa.

A diferença com a seleção brasileira é um pouco menor: o Brasil é o terceiro colocado no ranking da Fifa e tem a quinta seleção mais valiosa.

Copa América

Por aqui, temos uma competição muito menos badalada e valiosa. O futebol sul-americano tem quatro seleções que valem menos de 70 milhões de euros. Ou seja, menos da metade do valor do jogador mais caro do mundo, o francês Kylian Mbappé, que vale 160 milhões de euros.

Nesse sentido, não é de se estranhar que o Brasil lidere com folga o ranking, com 911 milhões de euros em valor de mercado. Tanto é que, entre os 15 jogadores mais valiosos da Copa América, 11 são brasileiros. O número um da lista é o atacante Neymar, avaliado em 100 milhões de euros – mais que as seleções de Venezuela e Bolívia juntas.

Eurocopa

O continente europeu tem hoje as ligas mais importantes do mundo. Inglaterra, França, Espanha, Itália e Alemanha concentram os jogadores mais caros do planeta. E essa dinâmica deve permanecer inalterada por muito tempo.

“Há uma diferença brutal entre jogar o Campeonato Brasileiro ou Libertadores da América e disputar a Champions League e campeonatos nacionais como Premier League (Inglaterra) e La Liga (Espanha). A diferença entre os valores de Europa e América do Sul está relacionada às ligas que os jogadores de cada seleção disputam”, explica Amir Somoggi, sócio-diretor da consultoria Sports Value.

 

Fonte: CNN

print