Em jogo nervoso, Santos derrota o São Paulo por 2 x 0 na Vila Belmiro

Em partida nervosa, Santos e São Paulo se enfrentaram na Vila Belmiro, neste domingo (20/6), pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. Durante todo jogo sobraram faltas, empurrões e passes errados, mas quem se deu melhor foram os donos da casa, que derrotou o rival por 2 x 0. Marinho e Pirani marcaram no primeiro tempo e garantiram a vitória do Peixe.

Com os três pontos conquistados, o Santos subiu para a sétima posição. O São Paulo, por sua vez, segue sem vencer no Brasileirão e entrou na zona do rebaixamento, em 17º na tabela.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Peixe encara o Grêmio fora de casa, enquanto o Tricolor Paulista recebe o Cuiabá no Morumbi.

Primeiro tempo

As duas equipes começaram a partida em um ritmo eletrizante. Mesmo sem criar chances claras, o ritmo do jogo era acelerado, com as duas equipes fazendo quentão de manter os seus estilos de jogo, marcando alto e tocando desde a defesa sem utilizar os chutões.

Durante boa parte da primeira etapa sobravam passes errados, discussões e faltas enquanto as ações ofensivas eram facilmente frustradas pelo bom posicionamento defensivo das duas partes.

Até que aos 27 minutos, finalmente uma boa jogada e o gol. Camacho lançou e achou Jean Motta dentro da área, o meia dominou e serviu Marinho, que de pé direito chutou e abriu o placar, 1 x 0 Santos.

O Peixe tentou emplacar uma pressão, mas logo a partida voltou ao ritmo de muita vontade e pouca inspiração. Pelo lado tricolor, Luciano foi disputar com Luan Peres, sentiu a coxa e acabou deixando o campo chorando.

Quando tudo parecia tranquilo, veio o vacilo. Liziero foi recuar a bola para Thiago Volpi, mas não notou que Kaio Jorge estava ao lado. O atacante santista tomou a bola, driblou o goleiro e tocou para Pirani, que só empurrou para as redes. Era o segundo do Peixe.

Segundo tempo

No segundo tempo, o Santos começou pressionando e logo no início Reinaldo derrubou Marinho na entrada da área. Kaio Jorge bateu no canto de Thiago Volpi que precisou fazer boa defesa.

Aos 9 minutos, Igor Vinícius finalizou no rebote e marcou. Após checagem do VAR, o gol foi anulado por impedimento no início da jogada.

Aos 15 da etapa complementar o Santos respondeu. Marinho sofreu falta, ele mesmo bateu e acertou um “mini-míssil aleatório” no travessão, assustando o time do São Paulo. Pouco tempo depois o atacante do Santos sentiu um problema muscular e deixou o campo na maca. Lucas Braga entrou no lugar do camisa 11 santista.

O jogo seguiu e retornou ao script inicial. As duas equipes abusavam das faltas e quase não criavam situações de perigo.

Precisando do resultado, o Tricolor partiu para cima do Peixe após os 40 minutos, mas praticamente não deu trabalho ao goleiro John.

 

Fonte: Metrópoles

print