MPE pede que Bolsonaro seja multado por propaganda eleitoral antecipada

O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou com ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja multado por propaganda antecipada. A ação foi motivada após o presidente mostrar uma camiseta com o slogan “É melhor Jair se acostumando. Bolsonaro 2022” durante um evento de entrega de títulos de propriedade rural em Marabá (PA), na sexta-feira (18). O episódio foi transmitido pela TV Brasil, que é federal.

A ação pede que outras autoridades que também estiveram presentes sejam multadas. O vice-procurador-geral do MPE, Renato Brill de Goes, ressaltou que não é a primeira vez que o presidente pratica algo dessa natureza e que é esse tipo de propaganda só pode ser feita a partir do dia 16 de agosto do ano da eleição.

“Ao fazer expressa menção ao pleito eleitoral de 2022 e consequente à pretensa candidatura do representado, houve claro ato de antecipação de campanha”, diz Goes. A CNN procurou o Palácio do Planalto, que até a última atualização desta reportagem não deu resposta.

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro afirmou que ganhou a peça de roupa.

 

Fonte: CNN

print