Moradora denuncia que homem se passou por padre para tentar entrar em condomínio de luxo em Goiânia

Usando uma roupa muito parecida com batina, um homem se passou por padre para tentar entrar em um condomínio de luxo no Jardim Goiás, em Goiânia. Na portaria, ele falou que queria ir para um apartamento, mas a moradora informou ao porteiro que não tinha chamado nenhum padre e não autorizou a entrada.

A moradora que preferiu não se identificar explica que o homem insistiu parar entrar por três vezes, na quinta-feira passada (15) e chegou até a passar um número de celular para o porteiro como sendo dela. Diante da insistência, os vizinhos ficaram preocupados.

“Pediu para que ele liberasse a entrada dele, para que ele pudesse subir e falar com ela. Diante da insistência dele e dos trajes, o porteiro, acredito que até ingenuamente, liberou a entrada do indivíduo do portão até a portaria onde usa o interfone”, contou um morador que não quis se identificar.

 

Em comunicado distribuído aos apartamentos, o condomínio reforçou que o homem se apresentou como padre de uma igreja católica de Goiânia e que ele pediu para rezar uma oração e entregar uma imagem à moradora. O comunicado avisa que a intenção é alertar a todos sobre a existência de um suposto padre que poderia praticar crimes nos apartamentos.

Preocupada, a moradora disse que entrou em contato com a paróquia e foi informada pela secretária que os padres não prestam serviço domiciliar.

A paróquia que o falso padre disse pertencer, por sua vez, afirmou em nota que não tem o costume de ir na casa de ninguém rezar ou até entregar imagem. “Durante a pandemia, uma série de regras estão sendo seguidas, e os grupos de oração em casa estão suspensos”, diz a nota.

Homem usando roupa parecida com a de padre tenta entrar em prédio de luxo em Goiânia, mas não consegue — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Homem usando roupa parecida com a de padre tenta entrar em prédio de luxo em Goiânia, mas não consegue — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

 

Fonte: G1

print