OAB/GO: Rodolfo Mota apresenta projetos para valorizar mulheres advogadas em Goiás

Presidente da Casag participou de evento

Em evento com mulheres advogadas na noite desta quarta-feira (21), o pré-candidato a presidente da OAB-GO e atual presidente da Caixa de Assistência aos Advogados de Goiás (Casag), Rodolfo Mota, apresentou seus projetos para valorizar as advogadas no mercado de trabalho, assegurando suas prerrogativas, e também para inserir a Ordem de forma mais efetiva no combate à violência contra a mulher.
Dentre os projetos exibidos durante o evento, realizado no Fórum da Advocacia Unida, está a criação da Comissão de Enfrentamento da Violência Doméstica e Familiar na seccional goiana; promover eventos e programas para valorizar a mulher no mercado de trabalho e assegurar o oferecimento de espaços específicos para advogadas lactantes nos ambientes forenses, garantindo também a essas mães a preferência na ordem de sustentação oral, conforme determina a legislação.
“Dizer que as advogadas contam com as mesmas oportunidades que os homens é uma falácia. Falar que o processo de inclusão das nossas colegas é perene, regular e democrático, é outra mentira. O que nós vemos são muitas advogadas aguerridas, bem sucedidas, mas que têm que travar batalhas e passar por adversidades completamente anacrônicas e desnecessárias para crescerem na carreira”, afirmou Rodolfo Mota no evento.
“Eu tenho 18 anos de profissão e até pouco tempo atrás eu via ofertas de emprego voltadas exclusivamente para advogados homens, com veículo automotor e disponibilidade para viagens. Ainda temos que avançar muito para assegurar isonomia de gênero na advocacia e a OAB tem a obrigação de tomar a dianteira nesta luta, se tornando referência para toda a sociedade”, afirmou Rodolfo.
Ao falar em nome das mulheres no evento, a advogada Flávia Fernandes lembrou das conquistas que Rodolfo Mota conseguiu à frente da Casag e disse que a advocacia precisa de alguém comprometido com resultados no comando da seccional goiana.
“Nós temos a melhor Caixa de Assistência do Brasil e isso deve-se aos projetos e à equipe formada por Rodolfo Mota. Nosso pré-candidato não mede esforços para atender a todos de forma igual e está sempre acessível. A Casag nunca fechou as portas para nenhum advogado, nem nos momentos mais críticos, como no auge da pandemia, e é esse modelo de gestão que precisamos para a OAB Goiás”, defendeu Flávia Fernandes, citando a implantação do programa AdvMed e a articulação de Rodolfo junto à Unimed para que não houvesse este ano o reajuste contratual do plano de saúde.

Por A Redação

print