PRF prende 20 pessoas no fim de semana por dirigirem bêbadas nas rodovias do DF e Entorno

APolícia Rodoviária Federal prendeu, somente neste final de semana (07 e 08 de agosto), 20 condutores que dirigiam sob influência de álcool. As prisões foram fruto de um grande esforço da PRF em coibir os crimes de embriaguez ao volante nas diversas rodovias do DF e Entorno. Ao todo, 60 pessoas foram autuadas por dirigirem sob influência de álcool ou se recusarem a fazer o teste do bafômetro.

Um destes condutores embriagados, um homem de 43 anos, na noite de sábado (07) conduzia um GM Astra na BR 070, em Ceilândia (DF), desobedeceu a ordem de parada dada pelos policiais e seguiu em fuga. Os agentes iniciaram acompanhamento tático e conseguiram abordar o motorista após 7 quilômetros. O condutor dirigia de maneira perigosa e colocou em risco a vida das pessoas que transitavam no local. Após ser abordado, o homem foi submetido ao teste do bafômetro, que acusou o índice de 0,90 mg de álcool por litro de ar alveolar, o triplo do índice que configura crime de trânsito. Ele foi encaminhado à 24ª Delegacia de Polícia Civil, em Ceilândia (DF), para registro do flagrante.

Dirigir sob a influência de álcool é um crime previsto no Artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro, se o teor for superior a 0,3 mg de álcool por litro de ar alveolar. A pena é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão da habilitação. Para quem for flagrado dirigindo sob efeito de álcool num índice abaixo de 0,3 mg, a multa é de R$ 2934,70 e o condutor pode ter o direito de dirigir suspenso por até 12 meses.

Quem se recusa a fazer o teste do bafômetro está sujeito às mesmas penalidades. Dos oito condutores, três se recusaram a fazer o teste e foram presos, já que apresentavam sinais de embriaguez. Eles também foram autuados e terão o direito de dirigir suspenso.

4 veículos foram recuperados durante o final de semana

Na tarde de sábado (07), os agentes abordaram um Gol branco na BR 040, em Valparaíso de Goiás/GO. O veículo era conduzido por um homem de 18 anos, que estava com mais três passageiros, todos homens. Em consulta detalhada, os policiais constataram que o carro havia sido furtado em abril deste ano, em Corumbaíba (GO). Alguns dos ocupantes do veículo possuíam diversas passagens na polícia por furto e receptação. O condutor foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes de Valparaíso de Goiás (GO).

Outros três veículos foram recuperados no final de semana, dois deles eram furtados. Um Onix preto era conduzido por uma mulher de 42 anos e foi abordado na tarde de sábado na BR 060, no Recanto das Emas. Após verificação junto aos sistemas, os policiais constataram que o carro possuía registro de apropriação indébita. Os policiais tiveram acesso ao relato que o proprietário do veículo fez quando registrou a ocorrência na delegacia, em abril de 2021. Ele disse que em maio de 2020 alugou o carro a um homem, cobrando R$ 450 por semana. Em dezembro de 2020, o locatário parou de pagar o aluguel e não devolveu o veículo.

A condutora do veículo e seu marido, que estava como passageiro, foram encaminhados à 27ª Delegacia de Polícia Civil, no Recanto das Emas (DF), para prestar depoimento.

 

Fonte: Gov.br

print