Inpe: Doze estados têm aumento de queimadas em agosto

Doze estados registraram aumento nas queimadas nos primeiros onze dias de agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado. É o que mostram dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), analisados pela CNN. São eles: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Rondônia, Tocantins, Bahia, Espírito Santo e São Paulo.

Em outros estados, o cenário foi mais positivo e registraram menos queimadas do que no mesmo período em 2020. São esses: Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Já o Distrito Federal contabilizou a mesma quantidade de focos de incêndio.

Alagoas, Roraima e Sergipe não registraram focos nesse período. Isso, no entanto, não significa que as queimadas não ocorreram. Quando o Inpe não registra focos de incêndio, isso pode ter sido causado por muitas nuvens ou rotação da terra, por exemplo.

São Paulo, por exemplo, até o dia 11 de agosto, registrou 356 focos de incêndio. Em 2020, no mesmo período, foram registrados 269, o que representa aumento de 32,3%.

Em julho deste ano, a região paulista já registrou recorde em relação a 2020: foram 808 em 2021 e 558 no ano anterior. Em um ano, o número de queimadas identificadas pelos satélites do Inpe cresceu 44,8%.

 

Fonte: CNN

print