Moraes abre investigação no STF contra Bolsonaro por quebra de sigilo

Por ter divulgado em suas redes sociais um inquérito sigiloso da Polícia Federal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) será investigado no Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro Alexandre de Moraes, relator do Inquérito das Fake News no Supremo, acolheu, nesta quinta-feira (12/8), a notícia-crime encaminhada pelo TSE na última segunda (9/8) contra o presidente, acusando-o por quebra de sigilo da investigação da Polícia Federal sobre a invasão de um hacker ao sistema de computadores da Corte.

print