Petrobras tem lucro líquido de R$ 42,8 bilhões no segundo trimestre

A Petrobras divulgou o balanço do segundo trimestre de 2021 e informou um lucro líquido de R$ 42,855 bilhões. A empresa reverteu o prejuízo de R$ 2,71 bilhões registrado no mesmo período do ano passado e superou em 3.572,2% o resultado dos três primeiros meses do ano, quando o lucro líquido foi de R$ 1,167 bilhão. O número foi bem acima do esperado pelo mercado. A maioria dos analistas estimava um lucro muito inferior, de R$ 30,67 bilhões.

De acordo com o balanço, os R$ 42,855 bilhões resultam de alguns fatores: maiores margens de derivados; de volumes de vendas de óleo e derivados no mercado interno e de exportações; ganhos cambiais pela valorização do dólar frente ao real; e ganhos de participações em investimentos, principalmente pela reversão de impairment (deterioração) da BR Distribuidora.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado ficou em R$ 61,93 bilhões, avanço de 147,9% na comparação anual. Na comparação trimestral, a alta foi de 26,5%. A receita líquida no segundo trimestre de 2021 foi de R$ 110,7 bilhões. O número foi 117,5% superior na comparação anual e 28,5% acima na comparação com os primeiros três meses de 2021.

Exportações

No segundo trimestre de 2021, a receita com exportações foi de R$ 33,6 bilhões, 47,2% maior que a do primeiro trimestre. As despesas com vendas foram 10,5% maiores que as do primeiro trimestre, devido ao aumento dos gastos logísticos atrelados às exportações e em razão dos maiores volumes exportados, com destaque para o petróleo. As despesas gerais e administrativas diminuíram 8,4%, pela maior recuperação de gastos junto aos parceiros e menores gastos com serviços de terceiros.

As outras despesas operacionais foram no montante de R$ 478 milhões no segundo trimestre, 68,8% menor que nos primeiros três meses de 2021, devido ao ganho complementar com a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins de R$ 2,5 bilhões e maior resultado com operações de parcerias de exploração e produção.

A receita líquida no segundo trimestre de 2021 somou R$ 110,7 bilhões. O número foi 117,5% superior na comparação anual e 28,5% acima na comparação com os primeiros três meses de 2021. A receita com exportações no segundo trimestre foi de R$ 33,6 bilhões, 47,2% superior ao primeiro trimestre.

Fonte: Correio Braziliense
print