Agosto tem mais de mil ocorrências de incêndio em Goiás

Um incêndio atingiu o Morro do Mendanha, no Setor Jardim Petrópolis, na manhã de ontem (25). O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi acionado para combater o incêndio na vegetação, que teria começado ainda de madrugada. Segundo informou o CBMGO, o foco principal, que estava oferecendo risco aos moradores, devido à proximidade da mata com casas presentes no local, foi extinto rapidamente. Entretanto, a fumaça permaneceu durante todo o dia, devido à quantidade de matéria orgânica que foi incendiada. Segundo informou a corporação, mais de 4 mil litros de água já foram utilizados para combater as chamas.

Casos como o incêndio do Morro do Mendanha, estão longe de ser eventos isolados, sobretudo nesta época do ano. Na tarde de segunda-feira (23), equipes do CBMGO, por intermédio do Posto de Atendimento Avançado da Operação Cerrado Vivo, localizado em Alto Paraíso de Goiás, se deslocaram para realizar atendimento de combate a incêndio florestal na região da Cachoeira dos Macaquinhos, localizada na zona rural do município de São João D’Aliança. No local, segundo informou o CBMGO, a guarnição realizou combate direto com auxílio de sopradores, logrando êxito em extinguir a faixa de fogo de aproximadamente 05 quilômetros, finalizando na madrugada de terça-feira (24).

Estatísticas

De acordo com o Corpo de Bombeiros, somente até o dia 16 deste mês foram registradas no Estado 932 ocorrências de incêndio florestal e outras 177 de incêndio urbano. Para se ter uma ideia, todo o mês de agosto de 2020 registrou 2.174 ocorrências de incêndio florestal e outras 372 de incêndio urbano.

No mesmo comparativo, o mês de julho de 2021 teve mais ocorrências nos dois casos. Ao todo, foram registrados 1.850 casos de incêndios florestais e 326 de incêndios urbanos. Em julho de 2020, o Corpo de Bombeiros registrou, respectivamente, 1.737 e 308 incêndios.  Até o momento, 2021 já soma 5.284 ocorrências de incêndio florestal e 2.028 de incêndio urbano. Em 2020, os índices registrados foram, respectivamente, de 10.311 e 3.411 ocorrências.

Aumento

Goiás também já havia registrado um aumento de 16% nas ocorrências de incêndios florestais até junho deste ano, se comparado com o mesmo período do ano passado. De acordo com dados do Corpo de Bombeiros, nos seis primeiros meses de 2021 foram atendidas 2.502 ocorrências, enquanto em 2020 foram 2.156 incêndios. O tempo seco e o vento presentes dessa época acabam contribuindo para que os focos se espalhem mais rapidamente pela vegetação.

Ainda de acordo com a corporação, com exceção de fevereiro e junho, todos os demais meses de 2021 tiveram aumento em incêndios florestais. Apesar de ter tido uma queda de 5% de um ano para o outro, o mês de junho ainda foi o mais ardente entre os demais: em 2020 foram 1.180 casos e, em 2021, foram 1.119 focos combatidos.

 

Fonte: O Hoje

print