Goiás é o quinto estado com maior aumento da pobreza, diz estudo da FGV

Goiás é o quinto estado com maior aumento da pobreza no período entre o primeiro trimestre de 2019 e o primeiro trimestre de 2020. De acordo com estudo que acaba de ser divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o percentual da população que vive com até R$ 450 por mês aumentou 5,9 pontos percentuais no período e passou de 18,1% para 24,1%.

Esses 24,1% da população goiana representa 1,7 milhão de goianos.

O levantamento, aponta que o percentual de pobreza aumentou em quase todos os estados brasileiros. A variação positiva que se observou em Goiás ficou menor do que a do Distrito Federal (7,9%), Rio de Janeiro (6,9%), Roraima (6,4%) e Mato Grosso (6,4%).

O que pode motivar esse aumento do índice de pobreza em Goiás?

A FGV pontua, que  a pandemia foi causadora de grande perca de ocupações das pessoas. Em sua maioria, os empregos que foram perdidos eram ocupados pelos mais vulneráveis, informais, e de baixa qualificação, onde não era possível fazer home office.

Além da pandemia, outro motivo é o endividamento e empobrecimento das famílias com a alta no preço de diversos produtos.

A Secretaria de Desenvolvimento Social de Goiás alerta, que a pandemia afetou a economia e, por causa disso, foram implantadas ações para tentar minimizar esse impacto, como a criação da Secretaria da Retomada. Foram feitas ainda compras e distribuições de cestas básicas, além da entrega de cartões com o valor de R$ 250 para complementar a renda de famílias vulneráveis.

 

Fonte: Mais Goiás

print