Em busca de time mais criativo, Tite ensaia meio de campo com Casemiro, Paquetá e E.Ribeiro

Sem pistas em treinos e também na coletiva de imprensa, o técnico Tite ensaiou algumas alternativas para o jogo contra o Chile, nesta noite de quinta, às 22h, no início da rodada tripla das Eliminatórias.

Uma delas tem meio de campo mais leve e mais hábil, com Casemiro, Lucas Paquetá, como segundo homem, e Everton Ribeiro, pelo lado direito. Além, claro, de Neymar, solto para criar a partir da linha divisória.

O treinador tem batido na tecla de melhorar a construção de jogadas da seleção brasileira. Comentou na entrevista da véspera da partida que o time tem soluções muito verticais, citando o próprio Neymar e os atacantes Richarlison, Gabriel Jesus, que não vieram para a data Fifa, e Gabriel Barbosa.

A Seleção enfrenta o Chile nesta quinta-feira, em Santiago, às 22h, com transmissão da TV Globo, do SporTV e do ge. Será o sétimo jogo das Eliminatórias para o Brasil, líder com 100% de aproveitamento.

 

No domingo e na próxima quinta, novamente com cobertura completa do grupo Globo, o Brasil enfrenta a Argentina, em São Paulo, e o Peru, no Recife, respectivamente nos dias 5 e 9 de setembro

 

A alternativa com Ribeiro – que concorre com Bruno Guimarães, o que provocaria mudança de sistema, com Paquetá mais adiantado e pela direita – significa apostar numa equipe com maior troca de passes nas proximidades da área rival. Para além do controle de bola, maior capacidade de criação.

Vini Jr pela esquerda e Ribeiro pela direita, numa das possíveis formações ofensivas do time de Tite — Foto: Reprodução

Vini Jr pela esquerda e Ribeiro pela direita, numa das possíveis formações ofensivas do time de Tite — Foto: Reprodução

Claro que com Bruno Guimarães, o treinador teria mais consistência defensiva, com jogador mais talhado à função do que Paquetá. Além disso, Bruno tem como característica passe rasteiro, que corta defesas, mas num setor mais recuado de campo.

Paquetá, porém, já atuou como segundo homem em algumas partidas pelo Lyon – também jogou assim contra a Venezuela, no Morumbi, no início das Eliminatórias, quando justamente encontrou Ribeiro na ponta no gol único daquela noite, marcado por Roberto Firmino.

Possível escalação do Brasil para enfrentar o Chile, com Bruno Guimarães ao lado de Casemiro no meio de campo — Foto: ge

Possível escalação do Brasil para enfrentar o Chile, com Bruno Guimarães ao lado de Casemiro no meio de campo — Foto: ge

Na frente, Tite deve optar por Vini Jr pela esquerda. Ele e Malcom estavam se revezando na função pelas bandas, mas o jogador do Zenit retornou à Rússia. Gabigol é o mais cotado para começar a partida, com Hulk no banco de reservas.

O jogador do Real Madrid ainda não foi titular com Tite na seleção brasileira. Na final contra a Argentina, da Copa América, ele entrou nos minutos finais para tentar levar o Brasil ao ataque em duelos contra o lateral Montiel, vendido pelo River Plate ao Sevilla logo depois da competição.

Nesta temporada, o atacante revelado pelo Flamengo marcou três gols nas três primeiras partidas pelo Real Madrid. Foi titular na última delas antes de se apresentar a Tite, quando barrou o belga Hazard.

Fonte: Globo Esporte
print