Bolsonaro diz que Caiado mente sobre preço alto da gasolina: ‘Fala grosso o cara’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) atacou o governador de Goiás Ronaldo Caiado (DEM) nesta terça-feira (31/8). Sem citar nominalmente o político, ele afirmou que “estão mentindo” sobre o preço da gasolina estar alto devido ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

“Tem dois governadores, não vou falar o nome deles, que estão mentindo, falando que eu estou mentindo. Eles que estão mentindo. Um aqui do Centro-Oeste [imitando a voz], fala grosso o cara: ‘Tá 32% o preço fixo’. Mas ele não fala que o 32% é em cima do valor total na bomba e tinha que ser em cima do preço da usina, da refinaria”, disse o presidente.

Na segunda-feira (30/08), Caiado havia dito no Twitter que a alíquota do ICMS cobrada em Goiás é a mesma desde 2016, e negou que o estado tenha feito reajuste. “O imposto é o mesmo do ano passado, por exemplo, em que a gasolina custava até menos de R$ 4,00”, escreveu ele. “O aumento da gasolina nunca foi culpa do Estado, porque o reajuste é feito pela Petrobrás, seguindo o valor do dólar. Só neste ano, a Petrobrás já subiu em mais de 51% os combustíveis no País. Enquanto for assim, o preço vai subir”.

Bolsonaro criticou os demais governadores, dizendo que há um “negócio feito entre amigos”, que não repassaria ao consumidor a diferença de preço praticada pela estatal. “Eu repito: o problema é o ICMS. Eu vi dois governadores agora, que dizem que estou mentindo porque o ICMS é 32% e não mudou nada. Não mudou, mas a Constituição manda botar um valor fixo. Eu tenho um valor fixo para os impostos federais, não foram reajustados desde janeiro de 2019”, contestou.

 

Fonte: O Hoje

print