Cosmonautas russos conduzem caminhada espacial apesar de alarme na estação

Os cosmonautas russos Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov conduziram sua segunda caminhada no espaço em menos de uma semana, enquanto continuam a organização do novo módulo Nauka para operações na Estação Espacial Internacional.

A caminhada no espaço começou na quinta-feira (9) às 11:51 e terminou às 19:16 (horário de Brasília), com duração de sete horas e 25 minutos.

A caminhada seguiu conforme programado, apesar do fato de que a tripulação foi despertada por um alarme de incêndio por volta das 10 horas da noite de quarta-feira.

O alarme soou por um minuto depois que sensores detectaram fumaça no módulo russo Zvezda. O cheiro de fumaça e plástico queimado também estava presente nas partes americanas da estação espacial.

A tripulação reagiu rapidamente e substituiu os filtros de ar e todos os sinais de fumaça se dissiparam, de acordo com a NASA. No entanto, a fonte da fumaça não foi identificada.

Esta foi a segunda do que pode chegar a 11 caminhadas espaciais pelos cosmonautas enquanto trabalham no Nauka, um módulo de laboratório multiuso que inclui espaço adicional para pesquisa e dormitórios.

Em julho, o módulo recém-acoplado da Rússia disparou acidentalmente seus propulsores, deixando a estação espacial fora de controle. Na época, três astronautas da NASA, dois cosmonautas russos, um astronauta japonês e um astronauta da Agência Espacial Europeia estavam a bordo.

Dmitry Rogozin, diretor geral da Roscosmos, a agência espacial russa, disse à CNN: “Tivemos um problema”, e ele culpou o erro humano. O Nauka foi lançado do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, em 21 de julho, e atracou em 29 de julho.

Durante a caminhada no espaço de quinta-feira, Novitskiy e Dubrov instalaram corrimãos e concluíram o trabalho de roteamento de cabos que ficou inacabado durante a caminhada no espaço de 3 de setembro, que iniciou as conexões de energia e cabos de internet para o módulo.

Eles tiraram fotos e instalaram caixas de exposição a micróbios fora do módulo que podem ajudar a estudar ambientes extremos. Além disso, lançaram com segurança uma capa de carretel de cabo para longe da estação espacial.

Novitskiy era o membro da tripulação extraveicular 1 no traje espacial russo Orlan com listras vermelhas, e Dubrov usava o traje espacial com listras azuis como membro da tripulação extraveicular 2.

O passeio foi a terceira caminhada no espaço para Dubrov e Novitskiy, bem como a 243ª caminhada no espaço em apoio à montagem, manutenção e atualização da estação espacial.

Enquanto isso, uma caminhada no espaço programada para 24 de agosto, que incluiria o astronauta da NASA Mark Vande Hei e o astronauta da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, Akihiko Hoshide, acontecerá agora em 12 de setembro – com algumas mudanças.

A caminhada foi adiada um dia antes de sua data prevista devido ao que a NASA descreveu como um “pequeno problema médico” experimentado por Vande Hei.

Embora nenhum detalhe adicional sobre este problema – além do fato de que não foi uma emergência médica – tenha sido compartilhado, Vande Hei agora fornecerá suporte interno durante a caminhada espacial de 12 de setembro enquanto ele continua se recuperando.

O astronauta da Agência Espacial Europeia Thomas Pesquet ocupará seu lugar ao lado de Hoshide. Durante a caminhada, Hoshide e Pesquet instalarão um kit de modificação que se preparará para o futuro trabalho de instalação do Roll-Out Solar Array.

Esta será a primeira caminhada espacial conduzida fora da câmara pressurizada Quest do laboratório orbital por dois astronautas parceiros internacionais na estação espacial, de acordo com a NASA.

Uma câmera de realidade virtual de 360 ​​graus filmará Hoshide e Pesquet durante sua caminhada no espaço, programada para começar no domingo às 7h30. A cobertura ao vivo vai ao ar no canal de TV e no site da NASA a partir das 6h.

 

Fonte: CNN

print