População pode ficar tranquila com uso de doses diferentes, diz especialista

Em entrevista à CNN, na noite desta sexta-feira (10), o pesquisador da Fiocruz Julio Croda afirmou que a população pode ficar tranquila quanto ao uso de doses diferentes da vacina contra a Covid-19.

Segundo o especialista, ao contrário do que muitos pensam, estudos mostraram que tomar doses diferentes da vacina pode ser até mais eficaz.

“Temos diversos estudos que demonstram claramente que esse esquema vacinal de AstraZeneca com Pfizer produz uma resposta imune mais robusta e muito provavelmente garante uma proteção maior contra o vírus. Então, na verdade, esse esquema combinado será um benefício”, afirmou Julio Croda.

O especialista ainda afirmou que o uso de diferentes doses já é realidade em diversos países e que o próprio Ministério da Saúde prevê a possibilidade do uso da Pfizer como 2ª dose para quem tomou a AstraZeneca.

“Diversos países já adotam esse esquema e a própria nota técnica do Ministério da Saúde já permite a aplicação da vacina da Pfizer como 2ª dose na eventual falta da vacina da AstraZeneca. É importante ressaltar também que essa intercambialidade não está associada ao aumento de efeitos colaterais. A população pode ficar bastante tranquila e segura sobre o uso de doses diferentes”, completou o pesquisador.

São Paulo usará a Pfizer para quem tiver a 2ª dose da AstraZeneca atrasada

O governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira (10), que, a partir da próxima semana, quem estiver com a segunda dose da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 atrasada poderá se vacinar com o imunizante da Pfizer.

Com a medida, poderá se vacinar com o imunizante da Pfizer no estado quem estiver com a dose de AstraZeneca vencida entre os dias 1 e 15 de setembro.

 

Fonte: CNN

print