‘Dólar já era para ter descido, mas barulho político não deixa’, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, admitiu que o barulho político no Brasil, amplificado pela tensão entre os poderes da República nas últimas semanas, não deixa o valor do dólar cair.

Segundo ele, o valor de equilíbrio do câmbio seria de R$ 3,80 a R$ 4,20, se “estivesse tudo certo”.

No entanto, o patamar atual está consideravelmente acima desse valor: nesta terça-feira, a moeda norte-americana fechou com alta de 0,65%, a R$ 5,257 na venda.

“Esse dólar já era para estar descendo mesmo, mas o barulho político não deixa. Mas não tem problema, mais tempo melhor para exportação”, comentou em participação no Macro Day 2021, evento promovido pelo banco BTG Pactual.

Ainda assim, o ministro afirma que, se a direção da política econômica seguir na atual direção, a “coisa certa” será feita e, em breve, o câmbio deve recuar.

Economia

Apesar de ter reforçado a retomada em ‘V’ da atividade econômica, o ministro admitiu que isso não quer dizer que a taxa de crescimento continuará em ritmo avançado.

“Voltar em V é sair do fundo do poço e voltar, não quer dizer que a taxa de crescimento vai continuar alta. Taxa de crescimento é um outro desafio”, ponderou.

Ainda assim, o ministro insistiu que os investimentos já estão acontecendo em fase inicial vão acelerar. “Evidentemente que tudo estaria muito mais acelerado e o Brasil já estaria crescendo se tivéssemos entrado com uma base parlamentar alinhada. […] Agora, as pessoas falam como se não tivesse tido Covid no Brasil. Realmente, foi um desastre, mas o Brasil caiu menos do que as economias avançadas e está se recuperando”, argumentou.

 

Fonte: CNN

print