Em Padre Bernardo, Caiado inicia distribuição de 30 mil cartões do Programa Mães de Goiás destinados ao Entorno do Distrito Federal, e entrega 303 Chromebooks a estudantes

O governador Ronaldo Caiado realizou, nesta quarta-feira (13/10), no município de Padre Bernardo, a entrega de 661 cartões a beneficiárias do Programa Mães de Goiás. A solenidade marca o início da etapa que deve contemplar 30 mil mães na região do Entorno do Distrito Federal. Caiado também distribuiu 303 Chromebooks a estudantes da terceira série do Ensino Médio matriculados na rede estadual da localidade.

Com a atuação do Governo de Goiás, nove municípios da região do Entorno serão contemplados nesta etapa com o benefício que institui distribuição de renda a mães em situação de vulnerabilidade. O programa é pioneiro no Brasil e garante R$ 250 mensais a mulheres com filhos entre zero e seis anos. O investimento total é de R$ 219 milhões viabilizados pelo Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege Goiás). A ação vai contemplar as famílias progressivamente, até chegar ao número total de beneficiárias, que é 100 mil.

O governador Ronaldo Caiado projetou o caminho traçado pela gestão estadual, em duas vias, para resgatar as pessoas desprotegidas socialmente da condição de pobreza. A ação imediata do Governo, materializada no Programa Mães de Goiás, é a primeira via de atuação. “Combatemos a pobreza estendendo as mãos às pessoas mais humildes de Goiás. E é isso que nós estamos fazendo, apoiando as crianças, mães e famílias vulneráveis nos municípios carentes do Estado”, explicou.

Em perspectiva futura, Caiado aponta os investimentos na educação, dentro do projeto de combate à pobreza, como a “saída para uma oportunidade de uma sociedade plena, preparada e capaz de auxiliar as pessoas mais humildes”. “É com o Estado e os municípios dando educação de qualidade para esses jovens que, amanhã, serão profissionais e vão levantar a renda de suas famílias”, destacou, ao mencionar os investimentos na ordem de R$ 2,3 bilhões no setor educacional, já realizados em dois anos e nove meses de gestão.

Até o final de outubro, o Governo de Goiás somará mais de 22 mil cartões do benefício entregues em 49 municípios goianos. Além de Padre Bernardo, o cronograma deste mês prevê a distribuição em outros oito municípios: Vila Boa, Cocalzinho, Cabeceiras, Planaltina, Formosa, Santo Antônio do Descoberto, Água Fria e Mimoso. Somente em setembro, o programa alcançou 40 cidades e 11,7 mil mães.

“Quando nós fornecemos um cartão a vocês, é para darem prioridade à alimentação dos seus filhos, para que essa criança amanhã chegue na escola e possa se desenvolver igual as outras que tiveram uma boa alimentação”, completou Caiado ao lembrar que as ações imediatas do governo também podem “prover um futuro melhor”.

O prefeito de Padre Bernardo, Joseleide Lázaro, defendeu a parceria com o Governo do Estado para trazer mais desenvolvimento ao município. “Não é só esse programa Mães de Goiás. Padre Bernardo, a todo momento, tem um benefício do Estado aqui dentro”, apontou ao citar a construção de casas populares e a recuperação das rodovias em perímetro urbano. “Temos um governador sério, sensível, que tem um olhar especial e que cuida de forma serena de Goiás e de todos os municípios goianos”, reforçou.

O gestor municipal lembrou ainda que o governador levou desenvolvimento a outros locais na região que estavam em abandono. “A população de Monte Alto vivia há mais de 25 anos tomando água de barragem, água onde o pessoal tomava banho, lavava animais. Hoje, eles tomam água tratada, de poço artesiano”, comentou.

A secretária municipal de Assistência Social e primeira-dama, Andressa Franciele, reconheceu o empenho do governador e da primeira-dama, Gracinha Caiado, que é coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). “Graças a Deus está chegando a quem realmente precisa”, avaliou. “Parabéns ao senhor [Caiado] e Dona Gracinha, que não estão medindo esforços para devolver Goiás aos goianos”, disse.

As mulheres beneficiadas com o Mães de Goiás deixam os eventos organizados pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), em parceria com as prefeituras, com o cartão já em mãos e saldo disponível para usar na compra de mantimentos e remédios em estabelecimentos cadastrados na cidade.

Para o titular da Seds, Wellington Matos, o Mães de Goiás é um programa “emblemático”. “É muito importante porque vai levar alimento a casa de vocês no momento crítico onde nós estamos, ainda, nos recuperando dessa pandemia”, afirmou. O secretário destacou o viés de trabalho do Estado para garantir mais qualidade de vida aos goianos. “Desde o primeiro dia, a determinação foi trabalhar muito e focados em levar benefícios para a nossa população e é isso que tem sido feito até agora”, reforçou.

O período de permanência no Mães de Goiás será de 12 meses, prorrogável até 36 meses, desde que cumpridos os compromissos assumidos no ato de adesão. Para isso, as mães devem atualizar as informações no CadÚnico e manter a carteira de vacinação dos filhos em dia, de forma a atender os critérios do Ministério da Saúde. No caso de gestantes, é necessário realizar todo o acompanhamento médico relativo ao pré-natal e também aos primeiros seis meses de vida da criança.

Letícia Maria do Nascimento, 38 anos, é mãe de Luis Fernando, de um ano e sete mês, pegou cartão do Mães de Goiás na solenidade de hoje. “Sofro muito gasto com remédio”, apontou ao citar as condições fragilizadas de saúde da família. A beneficiária manifestou gratidão pela atuação governamental. “Maravilhoso, não tem melhor não”, elogiou ao se referir ao governador.

Tecnologia na Educação
O governador também entregou 303 Chromebooks aos estudantes da terceira série do Ensino Médio. O equipamento é similar ao notebook, porém com funcionalidades e aplicativos semelhantes aos de um celular. O recurso tecnológico é destinado a 60 mil estudantes em todo o Estado, com investimento total de R$ 144 milhões.

“O que quero dar à juventude de Goiás é independência moral, intelectual, para amanhã seguirem suas vidas e ajudar aos seus pais e familiares”, defendeu Caiado ao destacar ainda a importância de que o “sentimento de solidariedade” esteja integrado à conduta futura dos estudantes.

“Sem dúvida vai facilitar nosso acesso à informação, ao conteúdo, deixa mais prática a nossa educação e faz algo que nós, alunos, pedimos há muito tempo, que é a aproximação com a tecnologia. O Governo tem investido para isso”, avaliou o estudante Matheus Condes, 17 anos.

Transformação
O deputado estadual Dr. Antônio destacou que o dinheiro público, na gestão Caiado, tem chegado até a população. “Estamos vendo os recursos do Estado ser revertidos em benefícios. Antes tinha esse mesmo dinheiro e ninguém via melhoria”, destacou ao mencionar o ganho de qualidade em diversas áreas de atuação governamental como a educação com escolas reformadas, entrega de uniformes e equipamentos.

O deputado federal e presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, descreveu o contexto desfavorável que o governador precisou transpor para levar desenvolvimento a áreas estratégicas e destacou a superação alcançada. “Hoje o Governo do Estado está na mão de um governante sério, correto, que tem uma com equipe coesa, que trabalha em prol do Estado de Goiás”, enalteceu.

O também deputado federal Delegado Waldir evidenciou a ação do Governo para transformar o Estado e exemplificou com a região do Entorno, uma localidade marcada pela desigualdade em contraponto à Capital Federal. “O senhor está mudando essa região em um local digno para se viver”, ressaltou. Para ele, o diferencial da gestão é investir em políticas sociais. “A maior obra que o governador e a primeira-dama Dona Gracinha fazem é cuidar da família. É na família que acontece a transformação”, acrescentou.

A deputada federal Flávia Morais compartilha o entendimento de que o Governo do Estado atua com “sensibilidade” para atender as pessoas que mais precisam de apoio da administração pública e citou o programa Mães de Goiás como uma das ações assertivas da atual gestão. “As nossas famílias são sustentadas pelas mulheres, pelas mães de Goiás. A mulher não larga o filho, cuida, a mulher, mas ela dá conta de fazer a sua família prosperar”, afirmou.

“O nosso governador está bem e está cuidando do nosso povo”, avaliou o ex-deputado federal José Tatico. Liderança política local, Tatico reconheceu as conquistas da condução atual do Governo de Goiás. “Hoje é diferente, todo mundo tem que ver isso, não tem pagamento atrasado e paga até conta dos outros, conta atrasada. É muito difícil um homem assim que trabalha sério e põe a coisa para andar”, enalteceu.

O presidente da Câmara Municipal de Padre Bernardo, Dudu Taboquinha, em nome do legislativo municipal, agradeceu as entregas destinadas ao município e destacou o comando do governador para levar o Estado a uma condição mais digna. “Nós precisamos de uma pessoa com pulso firme e serenidade. O senhor tem um juramento não só como governador, mas como médico, e está resgatando a honra e a honestidade do nosso Estado de Goiás”, frisou.

Também participaram do evento em Padre Bernardo o presidente da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), Rivael Aguiar; o assessor especial da Governadoria, Marcos Cabral; os vereadores Harlyson Pisca Película, Jhonny Silva, Joaquim Canta, Oseias, Júnior do Esporte, Mariano Fernandes, Renato Ubaldino, Júnior da Saúde, Rafael Pires e Branco Policena; Prefeita de Mimoso de Goiás, Rosângela Alves dos Reis e esposo Genivaldo Gonçalves dos Reis; prefeito de Vila Propício, Waldilei Lemos; a coordenadora regional de Educação de Águas Lindas de Goiás, professora Lena Vânia; comandantes da Polícia Militar de Goiás, coronel Ricardo Ferreira Bastos, e do Corpo de Bombeiros, Capitão Maurílio Correia César; estudantes e beneficiárias do Mães de Goiás.

Fotos: Cristiano Borges

Legenda:
Em Padre Bernardo, o governador Ronaldo Caiado inicia a entrega dos cartões do Programa Mães de Goiás a líderes de família da região do Entorno do Distrito Federal: “E é isso que nós estamos fazendo, apoiando as crianças, mães e famílias vulneráveis nos municípios carentes do Estado”

 

Fonte: Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

print