Pedro Paulo determinou imediata suspensão de impugnações feitas a outras chapas

O advogado Pedro Paulo de Medeiros, que concorre à Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de Goiás (OAB-GO) pela chapa “Muda OAB”, informou nesta quinta-feira (28/10) que a coordenadoria jurídica de sua campanha cometeu um equívoco, sem seu conhecimento, ao impugnar candidaturas de membros de outras chapas que também disputam o pleito.

“Não temos compromisso com o erro, tampouco resistência em admiti-lo”, pontuou Pedro Paulo, ao afirmar que a “lamentável” iniciativa de sua equipe jurídica se deu sem seu conhecimento, vez que, em campanha, cumpre uma agenda absolutamente repleta de compromissos fora do comitê, entre viagens, eventos diversos em outras cidades e em Goiânia, além  de visitas.

A assessoria de imprensa de Pedro Paulo informou que, já na noite de quarta-feira (27/10), tão logo informado da impugnação das candidaturas de membros de outras chapas em razão da ausência de apresentação da “certidão eleitoral”, determinou a  imediata retirada das impugnações, vez que elas contrariam frontalmente suas convicções e ideal, que é o de que todos os advogados do estado de Goiás tenham direito ao voto nas eleições de 2021.

“Não promoveremos nem autorizaremos o prosseguimento de quaisquer impugnações dessa natureza e motivo. E reiteramos a importância de que, no dia 19 de novembro próximo, todas as advogadas e todos os advogados do estado de Goiás possam votar e assim promover as mudanças de que, urgente e verdadeiramente, a OAB-GO necessita”, destacou.

Fonte: Goiás 24Horas.

print