CUFA GO prepara ações culturais para celebrar o Dia da Favela no estado

Para celebrar o Dia da Favela, reconhecido internacionalmente e datado em 4 de novembro (quinta-feira), a Central Única das Favelas em Goiás (CUFA GO) preparou uma série de ações em todo o estado, com o objetivo de exaltar a força, diversidade e cultura das comunidades periféricas de Goiás.

As ações prometem mobilizar centenas de pessoas, em atividades sociais que levarão música e entretenimento de qualidade para os moradores dessas regiões. Entre as atrações musicais, estarão os shows dos cantores Luiz Gustavo, Dennys Henrique e do DJ Lu Santos.

Além disso, também será possível participar de atrações de dança hip hop, dança das peneiras, sem falar na presença de rappers, que em forma de música, mostram a realidade e os desafios dos moradores da favela.

As atividades poderão ser acompanhadas nesta quinta (4/11), na Escola Municipal Antônio de Souza Lopes, em Aparecida de Goiânia, das 9h às 17h.

O público também poderá contar com atendimentos sociais, a exemplo da atualização do CAD único, orientações jurídicas, cadastros socioeconômicos, doações de roupas por meio do cabide solidário, atendimento da defensoria pública, atendimento de saúde como aferição de pressão arterial e medição da glicemia, orientação da Enel para o consumo consciente além de atividades para o público infantil e feiras.

CUFA GO aproveita o Dia da Favela para mostrar a força da comunidade

De acordo com Breno Cardoso, presidente da CUFA GO, o Dia da Favela é uma data que serve para lembrar a todos sobre a potência da favela.

Um dos principais objetivos do projeto é justamente valorizar os moradores das periferias, mostando que as pessoas ali presentes, invisibilizadas em vários momentos, merecem destaque e oportunidades de verdade.

“Queremos integrar a população da periferia levando o protagonismo e revelando a potência das pessoas causando um impacto social positivo nestes territórios. Esse é o trabalho da CUFA”, comenta.

Em Goiás, a CUFA esttá presente em 35 cidades, realizando ações comunitárias que já beneficiaram mais de 220 mil famílias. Agora, o objetivo é dar seguimento às ações e projetos sociais, como a Taça das Favelas, que gera oportunidades para os jovens através dos esportes.

Fonte: Mais Goiás.

print