Em 1% dos municípios brasileiros, máscara já não é mais obrigatória

Segundo pesquisa por amostragem da Confederação Nacional de Municípios (CNM), a máscara não é mais obrigatória em apenas 1% dos municípios. São 17 cidades das 1.703 prefeituras ouvidas de 25 a 28 de outubro de 2021 – Brasil tem, ao todo, 5.570.

O levantamento não informou quais são estas cidades.

A pesquisa, porém, revelou que 60% (1.019) dos prefeitos pretendem manter a obrigatoriedade da máscara, mesmo com o avanço da vacinação e a população completamente imunizada contra a Covid-19. 36% (613) ainda não se decidiram, enquanto 2,5% (43) pretendem retirar a obrigação do item após a vacinação completa.

O levantamento do CNM também revelou que 14,2% (242) dos municípios que responderam a pesquisa definiram a obrigatoriedade da vacinação para frequentar espaços coletivos. Outros 83% (1.413) não possuem esse tipo de regramento.

Apesar disso, 55% (936) adotam medidas de restrição de circulação por conta da Covid. 38,7% (659) dos gestores locais, contudo, finalizaram as medidas de restrição.

Caiado sobre o uso da máscara em Goiás

Há cerca de dez dias, o governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou que não tem pressa para decidir sobre o fim da obrigatoriedade do uso de máscara em Goiás. Caiado diz que o Estado trata do assunto com cautela e que não cabe estabelecer previsão de data para que a população possa circular sem a proteção no rosto.

“Estamos seguindo um protocolo. Não temos pressa para dizer que somos primeiro, segundo ou terceiro lugar. Ninguém está disputando pole position nesse assunto. Quando houver segurança para população, as medidas serão tomadas”, explicou o governador em visita ao Hospital Geral de Goiânia (HGG), em 18 de outubro.

Fonte: Mais Goiás.

print