Aparecida registra mais de 6 mil casos de dengue em 2021

Aparecida registrou 6.051 casos de dengue apenas neste ano. O número indica uma redução do número de casos em comparação com o último ano, pois falta menos de um mês para o fim de 2021 e o número representa 66% de todos os casos registrados em 2020. (Veja como se prevenir da dengue no fim da matéria)

O início das chuvas marca o aumento da proliferação do vetor da dengue e deve ser um sinal de alerta para a população. Esta é a primeira série de reportagens que o Mais Aparecida vai fazer sobre a incidência da dengue no município.

Desde 2018 as confirmações da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti têm diminuído no município. Os casos confirmados de dengue reduziram 47% em dois anos, em Aparecida. Em 2018, foram 17.131 confirmações. Em 2020, foram registrados 9.072 casos de dengue na cidade.

Agentes de endemia são fundamentais para diminuição da dengue

Apesar da redução de casos, a dengue mata e pode ser combatida com a colaboração da população com medidas simples. Uma das principais delas, é a aceitação da visita dos agentes de endemias do município. Aparecida conta com Cerca de 220 agentes para realização do serviço.

O grupo realiza visitas domiciliares educativas e para fiscalização de possíveis focos do mosquito, durante todo o ano, nos bairros da cidade. Além disso, faz orientação distribuição de cartazes e panfletos educativos, coleta de pneus e visitas a ferros-velhos, bem como realiza bloqueios para cortar a transmissão da doença.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde o trabalho feito pelos agentes de endemias é perene e fundamental para a diminuição dos casos da doença no município. A pasta orienta a população a reforçar os cuidados preventivos no período chuvoso que já se iniciou.

O que é a dengue?

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), a dengue é uma doença viral transmitida por mosquitos e se espalhou rapidamente por todas as regiões da Organização Mundial da Saúde (OMS) nos últimos anos.

O vírus da dengue é transmitido por mosquitos fêmea, principalmente da espécie Aedes aegypti e, em menor proporção, da espécie Aedes albopictus. Por transportar o vírus da dengue e transmitir a doença aos humanos, os insetos são chamados de vetores.

Além de serem vetores da dengue, esses mosquitos também transmitem chikungunya e zika. A dengue é generalizada ao longo da região dos trópicos, com variações locais de risco influenciadas pelas chuvas, temperaturas quentes e rápida urbanização não planejada. De acordo com a OMS, o principal vetor da dengue é o mosquito Aedes aegypti.

Como se prevenir contra o mosquito da dengue?

– Aceitar a visita dos agentes de endemia do município

– Manter a casa limpa

– Utilizar telas e mosquiteiras para impedir que o mosquito entre na residência

– Retirar recipientes como garrafas, vasos de plantas e pneus que podem armazenar água da chuva

– Sempre manter as calhas limpas e as caixas d’água cobertas.

Fonte: Mais Goiás.

print