Governo reduz 10% das tarifas de importação até dezembro de 2022

O governo federal anunciou mais uma medida do plano para conter a inflação no Brasil. Nessa sexta (6), o ministro da Economia, Paulo Guedes, tornou pública a decisão de reduzir as tarifas sobre importação em 10% até o fim de 2022. A lógica é a seguinte: com a entrada de mais itens de consumo no País, a oferta vai ser maior e os preços tendem a cair.

“Num momento como o atual, em que nós temos pressão inflacionária forte na economia brasileira, gostaríamos de dar um choque de oferta, facilitando a entrada de importações para dar uma moderação nos reajustes de preços. É um momento ideal para fazer abertura, ainda que tímida, da economia”, disse o ministro.

Redução de tarifas não atinge itens de interesse da Argentina
A pedido da Argentina, importante parceiro comercial brasileiro, foram excluídos itens considerados sensíveis para a indústria do vizinho, como automóveis, autopeças, laticínios, têxteis, pêssegos e brinquedos. Também ficaram de fora produtos que se encontram em regimes de exceção no Mercosul, como bens de capital. A redução das alíquotas vale até 31 de dezembro de 2022.

Fonte: Mais Goiás.

print