Falso corretor de imóveis é preso suspeito de aplicar golpes em vendas de casas em Mineiros

Um suposto falso corretor de imóveis, de 28 anos, está preso suspeito de aplicar golpes em vendas de casas. A prisão dele aconteceu em Mineiros, no Sudeste de Goiás, na tarde desta quarta-feira (10). Segundo a Polícia Civil, ele teria feito quatro vítimas na cidade, que chegaram a transferir o dinheiro do terreno para o homem. O prejuízo estimado para cada vítima é de cerca de R$ 8 mil.

De acordo com a investigação, o homem se apresentava como intermediador de compra e venda de terrenos que pertenciam à Prefeitura de Mineiros. De início, cobrava um valor para supostamente dar celeridade à liberação do terreno.

“Ele ficava sabendo das vítimas que procuravam imóveis. Então, ‘ah fulano quer comprar’, ele ia e entrava em contato, se apresentava. Ele, inclusive, levava as pessoas nas secretarias, enrolava as pessoas lá, dizia que os contatos dele estavam ocupados e não podiam ajudar, pra ludibriar mesmo”, detalhou o delegado do caso, Thiago Martinho.

Depois deste pagamento, o suspeito enviava imagens do lote, a fim de passar confiança para as vítimas. Porém, segundo as investigações, o terreno das fotos era dele mesmo, usado para ajudar no crime. Quando a vítimas já estavam confiantes para realizarem a compra, ele cobrava novos valores, alegadamente para fins de documentação.

Falso corretor de imóveis se dizia amigo do prefeito para enganas vítimas

Ainda segundo a polícia, o suposto falso corretor de imóveis dizia que era muito próximo do prefeito, vereadores e outros políticos da cidade. O objetivo, segundo os agentes civis, era tentar passar credibilidade. Com tanta proximidade das autoridades, as vítimas jamais imaginariam que se trataria de um golpe.

Durante a prisão do homem, a polícia apreendeu alguns aparelhos celulares. Os itens devem ajudar na conclusão da investigação, já que durante o interrogatório o suspeito se manteve em silêncio. Agora preso, o suspeito deve responder pelo crime de estelionato.

Fonte: Mais Goiás.

print