Exportador de Goiás que sonegou milhões em impostos recebia Auxílio Emergencial

No mundo real um homem simples, que recebeu as parcelas do Auxílio Emergencial do Governo Federal, mas, no papel, um megaempresário, que sonegou milhões em impostos. Este é o perfil de um dos quatro presos durante operação desencadeado pela polícia civil nesta quinta-feira (11), em sete municípios goianos.

De acordo com investigações conduzidas pela equipe da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT), um grupo de empresários, ainda não identificados, criou empresas de fachada em nomes de terceiros, os chamados “laranjas”, para sonegar ICMS devido ao Estado de Goiás por meio da venda de grãos, principalmente milho e soja.

Fonte: Mais Goiás

print