Aquecimento global está alterando tamanho de pássaros da Amazônia, indica estudo

O aquecimento global está afetando o tamanho dos pássaros da Amazônia, aponta um estudo publicado nesta sexta-feira (12) na revista científica “Science Advances”.

O estudo, que reúne pesquisadores brasileiros e estrangeiros associados ao Projeto de Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), se vale de dados morfométricos coletados nos últimos 40 anos.

A morfometria é o estudo das formas de uma mesma população de animais. Uma das suas aplicações é a análise das formas e tamanhos que organismos vivos podem assumir conforme o ambiente no qual se desenvolvem.

Estudos anteriores feito com pássaros migratórios já haviam sugerido que o impacto do clima no tamanho das aves. Na época, não foi possível associar com exatidão esses dois fatores porque o processo migratório pode ocasionar outros fatores de impacto, como perda de habitat ou a caça.

Dessa vez, os pesquisadores concentraram suas análises comparativas em 77 espécies de aves não-migratórias da floresta Amazônica e o resultado foi o mesmo: pássaros cada vez menores diante de um clima cada vez mais quente.

print