Bolsonaro acerta com PL futuro eleitoral de Tarcísio e Romário em 2022

Nas conversas para fechar sua filiação ao PL, o presidente Jair Bolsonaro fez questão de acertar o futuro eleitoral do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em 2022.

E não será na disputa pelo governo de São Paulo, como o chefe do Palácio do Planalto queria inicialmente.

O acordo encaminhado por Bolsonaro com o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, prevê que Tarcísio se filie ao partido para ser candidato ao Senado por Goiás.

A ideia foi bem recebida por dirigentes da legenda de Valdemar, mas deve causar atrito com o Progressistas, um dos partidos do “tripé” para reeleição do presidente da República.

A sigla comandada pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, pretende lançar como candidato ao Senado por Goiás o ex-ministro das Cidades e ex-secretário do governo João Doria, Alexandre Baldy.

Ciente da concorrência, o grupo de Ciro e Baldy atua para tentar convencer o PL e Bolsonaro a lançarem o ministro da Infraestrutura como candidato ao Senado pelo Mato Grosso.

No acordo entre Bolsonaro e o PL, também foi definido o cenário eleitoral no Rio de Janeiro. O acerto prevê que Romário dispute reeleição ao Senado pelo partido, com o apoio do presidente da República.

O chefe do Palácio do Planalto também teria se comprometido a apoiar a reeleição do atual governador fluminense, Cláudio Castro, que se filiou ao PL em maio deste ano.

 

Fonte: Metropoles.

print