Saúde acelera negociações para conseguir doses infantis da vacina da Pfizer ainda em 2021

O Ministério da Saúde corre para conseguir, ainda em 2021, as doses especiais da vacina Pfizer para imunizar crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19. O contrato vigente garante mais 100 milhões de doses para pessoas de 12 anos ou mais, especificamente.

A produção especial da Comirnaty, destinada à faixa etária dos 5 aos 11 anos, ainda é baixa, segundo fontes do Ministério da Saúde. Para 2022, a pasta já tinha negociado a previsão dessas doses especiais num terceiro contrato de mais 100 milhões de doses, com possibilidade de outras 50 milhões no segundo semestre.

O desafio do ministério, agora, é ajustar o contrato deste ano com a Pfizer no que diz respeito à quantidade do medicamento por dose. Isso porque a dose para as crianças é especial, com 10 microgramas. Para os maiores de 12 anos, é de 30 microgramas.

A agência reguladora divulgou uma nota dizendo que a proposta é ter frascos diferentes, com dosagem específica para cada grupo. Os fracos terão, inclusive, cores diferentes.

O pedido da farmacêutica foi protocolado nesta sexta-feira (12), na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que tem um prazo de 30 dias para responder. Com o intuito de acelerar o processo de aprovação da vacinação na referida faixa etária, a Pfizer já havia enviado os documentos de submissão contínua.

 

Fonte: CNN Brasil.

print