Após Dubai, Bolsonaro inaugura embaixada do Brasil no Bahrein

Enviada especial ao Oriente Médio – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) inaugurou na manhã desta terça-feira (16/11), em Manama, capital do Bahrein, a embaixada brasileira no país árabe.

No discurso, o chefe do Executivo brasileiro disse que a inauguração da embaixada “materializa o entendimento e a cooperação” entre Brasil e Bahrein. “Pelo meu semblante e aparência, vocês devem perceber que é de coração essa aproximação”, declarou o mandatário da República.

O presidente Bolsonaro desembarcou no Bahrein na manhã desta terça. O titular do Palácio do Planalto estava em Dubai, nos Emirados Árabes, desde o último sábado (13/11).

Na agenda no Bahrein, além da inauguração da embaixada brasileira no país, estão previstos almoço e reunião bilateral com o rei do país, Hamad bin Isa Al Khalifa.

No dia seguinte, quarta-feira (17/11), o chefe do Executivo brasileiro desembarcará em Doha, no Catar, para fechar o giro pelo Oriente Médio. Logo na chegada ao país, Bolsonaro deverá se encontrar com o emir do Catar, Tamim bin Hamad Al Thani, para uma reunião, seguida de cerimônia de assinatura de atos internacionais.

Os dois líderes ainda terão encontros privados e uma segunda reunião, com autoridades dos dois países. Após as agendas, Bolsonaro também deverá participar de um almoço oferecido pelo emir do Catar.

No período da tarde, está prevista a visita do presidente ao estádio Lusail, com a presença do presidente-executivo da Fifa. À noite, o titular do Palácio do Planalto ainda deverá participar de jantar oferecido pelo emir do Catar a empresários do país.

Agenda internacional

De acordo com o secretário de Negociações Bilaterais no Oriente Médio, Europa e África do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Kenneth Félix Haczynski da Nóbrega, a viagem aos países do Golfo Pérsico servirá para a troca de ideias. O objetivo é atingir, “no mais alto nível, um intercâmbio sobre impressões do mundo pós-pandemia”.

Ao chegar aos Emirados, no sábado (13/11), o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o emir de Dubai, Mohammed bin Rashid Al Maktoum, primeiro-ministro e vice-presidente dos Emirados Árabes.

No domingo (14/11), foi a uma feira de aviação civil e militar. Nessa segunda-feira (15/11), reuniu-se com o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed bin Zayed Al Nahyan, e marcou presença no Invest In Brasil Forum, onde, diante de empresários e autoridades árabes, distorceu dados sobre a Amazônia. Além disso, compareceu à Expo Dubai 2020, ocasião em que participou de cerimônias do Dia do Brasil na feira itinerária universal.

Esta é a segunda viagem presidencial de Bolsonaro a países do Oriente Médio e a nações que ficam na região do Golfo Pérsico. Em 2019, ainda no primeiro ano de mandato, o mandatário brasileiro visitou Riad, na Arábia Saudita; Abu Dhabi, nos Emirados Árabes; e Doha, no Catar.

 

Fonte: Metropoles.

print