Após audiência de custódia, advogado acusado de decapitar cães foi liberado pela justiça

Nesta quinta-feira (18/11), o Advogado Augusto de Oliveira de 30 anos, acusado de decapitar 5 cães no município de Formosa, passou por uma audiência de custódia em Curitiba, onde foi liberado pela Justiça pelo crime de delito de arma de fogo, confira:

O Advogado foi detido, após uma ação conjunta entre às Polícias Civis de Goiás e do Paraná cumprirem mandados de busca e apreensão nas residências do suspeito no dia (17/11).

Os mandados foram cumpridos na Zona Rural da cidade de Formosa-GO e no Município de Curitiba, capital do estado do Paraná. No local, foram encontradas 7 armas de fogo e centenas de munições. Dentre as armas encontradas, havia uma de uso restrito, onde ocasionou a prisão em flagrante do investigado pelo crime previsto no art. 16 da lei 10826/03 (Estatuto do Desarmamento).

Vale ressaltar que o acusado não estava detido pelo crime de maus-tratos, os juízes ainda irão analisar em teor, o inquérito enviado pelo trabalho da Polícia Civil, para decidir se o processo segue adiante e se o advogado responderá por estes crimes, lembrando que o judiciário e quem decide pela prisão preventiva do acusado já que o inquérito foi encerrado.

Caso o advogado seja condenado pelo crime de maus-tratos a animais com resultado de morte a pena prevista é de até 5 anos podendo ser aumentado para um sexto a um terço de prisão.

Em um áudio enviado ao Jornal da Terra FM, o Delegado Regional José Antônio narra o fato ocorrido na audiência de custódia.

 

 

Fonte: Foca Lá.

print