Policiais pulam muro para resgatar pitbull abandonado e com fome há 30 dias, em Formosa

A Polícia Civil resgatou um cão da raça pitbull que estava abandonado e com fome há 30 dias. O caso aconteceu em Formosa, no Entorno do Distrito Federal (DF). Segundo a polícia, para resgatar o cachorro, os agentes pularam o muro da casa onde ele estava. Os vizinhos acompanhavam o sofrimento do animal e jogavam alimentos por um buraco que havia no portão.

De acordo com a polícia, a corporação recebeu uma denúncia de vizinhos da casa sobre a situação de maus-tratos. O animal estava trancado na residência abandonada há mais de 30 dias, em condições insalubres, exposto ao sol e chuvas.

Quando a equipe policial chegou ao endereço, ninguém os atendeu. Por esse motivo, os policiais precisaram pular o muro. Lá, constataram que o animal estava em avançado estado de magreza. Isso porque, não havia comida. O que o mantinha era a doação de moradores. Vizinhos disseram aos policiais que precisaram jogar comida através de um buraco no portão.

A polícia relata ainda que, assim que analisaram o animal, encontraram diversos parasitas pelo corpo dele. Assim, a equipe concluiu que havia abandono e clara situação de maus-tratos. Com isso, eles imediatamente resgataram o pitbull.

O que aconteceu depois do resgate do pitbull abandonado?

O dono do cachorro não estava no local no momento da ação. Mas, a corporação informou que ele deverá responder pelo crime de maus-tratos ao cachorro.

A reportagem não conseguiu localizar quem cuida da recuperação do pitbull. O procedimento padrão nestas situações, segundo a polícia, é que o animal vá para uma clínica veterinária e passe por exames que comprovem os maus-tratos. Em seguida, ele fica sob os cuidados de alguma ONG, até que alguém o adote novamente.

 

Fonte: Mais Goiás.

print