Microsoft mostra carta da época em que tentou comprar a Nintendo

Voltando no tempo, um pouco antes da chegada do Xbox, a Microsoft tentou comprar a Nintendo. Agora, mais de duas décadas depois, ela mostrou uma carta enviada entre as duas empresas naquele período, revelando mais sobre esses planos.

O documento foi enviado pelo então chefe de hardware de Xbox, Rick Thompson, para a então chefe de negócios da Nintendo of America, Jacqualee Story, e fala sobre as tentativas da Microsoft em reunir-se com Hiroshi Yamauchi, chefe da Nintendo na época, e Genyo Takada, chefe de hardware da empresa.

A carta faz parte do novo museu digital interativo do Xbox lançado esta semana e que pode ser acessado por meio de qualquer navegador. Boa parte do documento infelizmente não está visível, mas é possível ver algumas frases.

“Cara Jacqualee, agradeço por ter dispensado seu tempo para tentar marcar uma reunião com o Sr. Takeda e o Sr. Yamauchi para discutir uma possível parceria estratégica entre a Nintendo e a Microsoft em futuras plataformas de videogame,” diz a carta. “Eu entendo as preocupações do Sr. Takeda sobre a possível parceria e tentarei [ilegível] as diretrizes que ele solicitou.”

O restante da carta está quase inteira censurada, mas há uma breve menção de que a Microsoft ainda continua desenvolvendo seu “projeto Xbox”, junto com a sugestão de que “ajudaria a tornar o Dolphin o melhor”. O Dolphin, como já sabemos, era o codinome da Nintendo para o GameCube.

No começo do ano, surgiram detalhes da tentativa da Microsoft em comprar a Nintendo. Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft, enviou o ex-chefe de desenvolvimento de negócios, Kevin Bachus, e sua equipe para ver se a Nintendo estaria disposta a ser adquirida. A empresa japonesa literalmente riu da cara deles após a oferta para ser adquirida.

Um ano depois do envio da carta, a Microsoft sugeriu que poderia cuidar de fazer o hardware da Nintendo, enquanto que a empresa japonesa focaria apenas nos jogos. A ideia, claro, também não foi adiante.

 

 

  • Com informações GameHall

Fonte: Metrópoles.

 

print