Placas em homenagem a crianças e policiais mortos são arrancadas no Rio

Dezenas de placas em homenagem às vítimas da violência no Rio foram vandalizadas neste domingo (16), na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona Sul da capital fluminense.

Em exposição desde 2015, as placas traziam nomes de crianças e policiais que foram mortos no Rio. Durante o vandalismo, também foi removida uma faixa com a seguinte frase: “prefeito, lembre-se da favela”.

Responsável pela homenagem, a ONG Rio de Paz informou que foi surpreendida com a imagem e procurou a delegacia do Leblon, na manhã desta segunda (17), para denunciar o caso. Um vídeo que circula na internet, mostra o momento em que um homem remove as placas.

Segundo o presidente da ONG, Antonio Carlos Costa, 70 placas com nomes de policiais e crianças vítimas da violência, serão reinstaladas ainda esta semana.

“Estamos testemunhando um ato de vandalismo. Essa instalação representa a constante lembrança de que crianças pobres e policiais estão morrendo no Rio de Janeiro. Um monumento à paz, à santidade da vida humana e combate à violência -numa das cidades mais sanguinárias do mundo- foi injustificavelmente destruído. Repudiamos esse crime contra a luta por uma cultura de defesa dos direitos humanos e assumimos o compromisso de ainda essa semana refazer todas as placas”, disse.

CNN entrou em contato com a Polícia Civil que enviou uma nota: O registro está sendo feito na 14ª DP (Leblon). Imagens de câmeras de segurança foram coletadas e serão analisadas. O caso será encaminhado para a 15ª DP (Gávea) que dará prosseguimento às investigações.

Fonte: CNN Brasil.

print