PSOL pretende indicar presidente do partido para chapa de Haddad em SP

O PSOL trabalha para indicar Juliano Medeiros, presidente nacional da legenda, para compor a chapa do ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) para o governo de São Paulo neste ano.

De acordo com fontes do PT e do PSOL ouvidas pela CNN, são duas possibilidades: para a vice de Haddad ou para a vaga no Senado na chapa do petista.

A informação, confirmada pela CNN, fora publicada antes pelo jornal O Globo nesta terça-feira (19).

Para formalizar a indicação, o PSOL ainda aguarda uma definição sobre o que o PSB irá fazer no estado. O partido tem Márcio França como pré-candidato ao governo do estado, mas PT e PSB ainda negociam uma candidatura única.

A decisão, conforme apuração da CNN, deve sair ainda no mês de abril, para que no dia 7 de maio – data marcada para o lançamento da pré-campanha de Lula à Presidência, em São Paulo – o palanque no estado já esteja montado.

Juliano Medeiros é historiador e assumiu a Presidência do PSOL em janeiro de 2018. Ele foi dirigente da União Nacional dos Estudantes (UNE) e presidiu a Fundação Lauro Campos, ligada à legenda.

Fontes ouvidas pela CNN relataram que uma ala do PSOL ainda resiste à ideia de apoiar Haddad no primeiro turno. Mas o compromisso petista de apoiar Guilherme Boulos – principal nome da legenda – à prefeitura de São Paulo em 2024 é, além da vaga na chapa do petista, uma das contrapartidas demandadas pelo partido.

Debate

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

 

Fonte: CNN Brasil.

print