Menina de 11 anos tem perna amputada após acidente no Carnaval do Rio

Uma menina de 11 anos teve a perna amputada após sofrer um acidente envolvendo um carro alegórico, no desfile das escolas de samba da Série Ouro, no Carnaval do Rio de Janeiro.

De acordo com o último boletim médico da Secretaria Municipal de Saúde carioca, a criança passou por cirurgia, mas permanece em estado grave.

O acidente aconteceu na noite desta quarta-feira (20), na saída do sambódromo da Marquês de Sapucaí, e envolveu um carro alegórico da escola “Em Cima da Hora”.

A criança foi levada para o posto médico da Sapucaí e, em seguida, transferida para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio.

Segundo testemunhas, a menina teria subido no carro alegórico da agremiação, e as pernas prensadas.

A Polícia Civil disse à CNN que investigações estão em andamento. Testemunhas já foram ouvidas, e a Polícia segue colhendo depoimentos nesta quinta (21). “A perícia foi realizada no local e imagens de câmeras de segurança foram coletadas e estão sendo analisadas para esclarecer o fato”, informou, em nota.

Procurada pela CNN, a escola “Em Cima da Hora” ainda não se pronunciou.

Retorno do tradicional Carnaval carioca

O primeiro dia de desfile da Série Ouro se estendeu até o amanhecer desta quinta-feira (21). O primeiro dia de festa foi marcado por vários atrasos.

A apresentação da sétima e última escola de samba a desfilar, a Acadêmicos do Sossego, foi encerrada por volta das 07h30. A previsão era que o desfile acabasse até às 3 horas.

Em Cima da Hora, Acadêmicos do Cubango, Unidos da Ponte, Unidos do Porto da Pedra, União da Ilha do Governador, Unidos de Bangu e Acadêmicos do Sossego abriram os desfiles nas escolas de Samba do Rio de Janeiro, marcando o retorno do tradicional Carnaval carioca na Sapucaí, também conhecido como o maior espetáculo da terra.

Hoje (21) no segundo dia de desfile a Sapucaí recebe as seguintes as agremiações: Lins Imperial, Inocentes de Belford Roxo, Estácio de Sá, Santa Cruz, Unidos de Padre Miguel, Vigário Geral, Império da Tijuca e Império Serrano.

As escolas têm entre 45 e 55 minutos para desfilar na Sapucaí. O tempo é menor do que para as escolas do Grupo Especial, que se apresentam amanhã (22), e tem de 60 a 70 minutos.

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) espera receber um público de 75 mil pessoas por dia, distribuído nos 13 setores do Sambódromo.

A Liesa também informou que todos os ingressos para os setores 6 e 8 da Sapucaí foram vendidos para o desfile do grupo especial. Ainda há ingressos disponíveis para outros setores a partir de R$15.

A maioria dos Camarotes do Sambódromo da Marquês de Sapucaí ainda têm ingressos. Cerca de 75% da lotação já foi atingida nos principais camarotes e a expectativa é que a procura aumente nos próximos dias.

 

Fonte: CNN Brasil.

print