Que ninguém se surpreenda se Mendanha figurar na chapa majoritária de Ronaldo Caiado

Por qual motivo o ex-governador Marconi Perillo, do PSDB, está tentando se aproximar, a qualquer custo, do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha, do Patriota?

Perillo é um político tanto astuto quanto bem-informado. Afinal, como sugere o provérbio, “mais sabe o diabo por ser velho que por ser diabo”.

Portanto, o tucano sabe o que está se processando nos bastidores, mas lá bem nos bastidores, aquilo que ninguém publica, por ser aparentemente surrealista.

Gustavo Mendanha e Daniel Vilela: reaproximação à vista? | Foto: Reprodução

 

Mas o que realmente está ocorrendo que Perillo ficou sabendo, mas muitos ainda não sabem?

Há duas aproximações políticas em curso, ainda tênues, é claro. São factuais? São. Porém, como são iniciais, ma non troppo, o mais provável é que todos as desmintam (“le mot juste”, diria Flaubert, é “contestem” — no máximo).

1

O empresário e marqueteiro Jorcelino Braga, presidente do Patriota em Goiás, e o governador Ronaldo Caiado, do União Brasil, abriram conversações políticas. Os dois estavam afastados, mas não rompidos. Porque, apesar das divergências pontuais, permaneceram amigos. E há um detalhe relevante: os dois se consideram adversários figadais de Perillo.

Jorcelino Braga e Ronaldo Caiado: encontro recente, em Goiânia | Foto: Reprodução

 

2

A segunda aproximação está ocorrendo entre o presidente do MDB, Daniel Vilela, e Mendanha.

O que pode resultar de tudo o que se disse acima? Muito e, talvez, nada.

O fato é que se cogita de Mendanha participar da chapa majoritária de Ronaldo Caiado. Cogita-se. Esta é a palavra. Quer dizer, não há nada definido.

Sublinhe-se: por mais que Perillo tente se aproximar — e não está descartada uma composição —, Mendanha está fugindo de sua parceria. Jorcelino Braga, que tem palavra, tem dito que qualquer aproximação com o tucano é “fake”.

 

Fonte: Jornal Opção.

print