IBGE: produção industrial cai 2,1% em março e fecha trimestre em queda

A produção industrial teve variação negativa de 2,1% em março, na comparação com o mesmo mês do ano passado. O setor acumula queda de 4,5% no primeiro semestre deste ano, nesse mesmo recorte.

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) e foram divulgados nesta terça-feira (3/5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em relação a fevereiro deste ano, houve alta de 0,3% em março.

O acumulado nos últimos 12 meses ainda é de alta, de 1,8%, segundo o IBGE. Em março, a produção industrial ficou 2,1% abaixo do patamar pré-pandemia, de fevereiro de 2020.

A manutenção do comportamento positivo em fevereiro e março não conseguiu, porém, eliminar a perda de 2% que ocorreu em janeiro.

Além do mais, os fatores que dificultam uma retomada da indústria permanecem, avalia o gerente da pesquisa, André Macedo.

“Questões complicadoras na oferta, que é algo mais global, afetado pelo mercado internacional, e na demanda doméstica”, exemplifica.

De acordo com Macedo, as plantas industriais ainda percebem o aumento do custo de produção e refletem a escassez de algumas matérias-primas.

“Além disso, a inflação vem diminuindo a renda disponível e os juros sobem e encarecem o crédito. Também o mercado do trabalho, que apresenta alguma melhora, ainda mostra índices como uma massa de rendimentos que não avança”, ressalta.

 

Fonte: Metrópoles.

print