Eleitores fazem longas filas ainda de madrugada para regularizar título de eleitor, em Goiás

Eleitores que estão em débito com a Justiça Eleitoral formaram filas ainda na madrugada desta quarta-feira (4), último dia do prazo, para regularizar a situação e consegui votar este ano. Em Goiânia e também no interior, filas contornaram quarteirões. Algumas pessoas chegaram às 3h para garantir que seriam atendidas. Serviço também é oferecido online (veja no final da matéria).

Algumas pessoas contaram que tiveram dificuldades no atendimento pela internet e acabaram madrugando nas filas.

Os órgãos estenderam os horários de funcionamento em algumas unidades para tentar atender toda demanda.

Em Anápolis, o primeiro da fila chegou às 3h, mas o atendimento só começou às 9h. A fila dobrou o quarteirão.

Em Goiânia, os primeiros eleitores chegaram por volta de 4h30. Eles contaram com banquinhos emprestados para enfrentar a longa espera.

A corretora de imóveis Eleandra Campos tentava pela segunda vez o atendimento para transferir o título. “Eu estive aqui ontem [3], fiquei por 4h15 para ser atendida, mas eu tinha algumas multas porque não justifiquei em duas ocasiões. Como não é possível fazer o pagamento aqui, eu fui ao banco e tive que retornar hoje”, explicou.

Fila para regularização do título de eleitor em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Fila para regularização do título de eleitor em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

 

Já em Rio Verde, a funcionária pública Lucilena Ferreira Gomes estava esperando para transferir o título. Ela disse que não conseguiu fazer o procedimento pela internet.

“Eu não tenho computador em casa e tenho que fazer no trabalho, o que complica, porque tem que trabalhar. Fiquei uma parte da manhã tentando, mas estava travando, você perde todos os dados e tem que começar de novo. Então eu preferi vir presencial”, disse.

O chefe da sessão de cadastro eleitoral, Márcio Antônio Duatte Oliveira, disse que houve um aumento muito grande da demanda nos últimos dias, o que gerou a instabilidade no sistema. Em Goiás, na terça-feira (3) foram feitos 38 mil atendimentos, entre online e presencial.

“O que temos feito é priorizar o serviço de atendimento. Tiramos alguns serviços internamento e direcionamos todos os recursos para poder receber esses pedidos e minimizar qualquer problema que possa existir para o eleitor”, explicou.

  • Atendimento online

 

Para regularizar a situação do título de eleitor pela internet, é preciso entrar no sistema Título Net, no Portal do Tribunal Superior Eleitoral(TSE). Será preciso anexar documento oficial com foto, comprovante de residência, comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral e comprovante de quitação do serviço militar.

  • Título cancelado

 

O título é cancelado em casos de quem não votou nem justificou a ausência em três eleições consecutivas. O TSE possibilita a consulta à situação do título em seu site. É possível acessar com nome completo, número do título de eleitor ou CPF

Para reverter a situação, a pessoa precisa acessar o Portal do TSE ou do Tribunal Regional Eleitoral de seu estado e preencher um formulário para requerer a regularização do documento de maneira online. O serviço também é feito presencialmente

  • Transferência online

 

É preciso que o eleitor more há ao menos três meses no novo endereço para ter direito à mudança de município no documento. Veja o passo a passo para fazer a transferência online.

  1. Para começar o procedimento, será preciso digitalizar um comprovante de residência e um documento de identificação com foto, frente e verso;
  2. Entre no site do TSE ou do Tribunal Regional Eleitoral do seu estado;
  3. Clique na aba Eleitor e Eleições, no canto superior esquerdo;
  4. Vá em Título eleitoral e escolha a opção Tire seu título;
  5. Role a tela até encontrar o link Iniciar seu atendimento remoto. Clique nele;
  6. Preencha os dados de todos os campos e escolha o serviço, que no caso é transferência de domicílio eleitoral;
  7. Um código será gerado e você poderá acompanhar pelo site do TSE a situação do pedido até a entrega do novo título.

 

Fonte: Portal G1 Goiás.

print