Após receber R$ 300 mil para fazer show, cantor faz campanha para Gustavo Mendanha

Para comemorar o centenário do município, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia abriu o cofre público para contratar vários cantores para a promoção de seis dias de shows. Ao todo, foram gastos mais de R$ 1,2 milhão. A contratação mais cara, de acordo com o Portal da Transparência, foi com a banda Xand Avião, que se apresentou na noite de quinta-feira, 5.

Apenas com essa apresentação, a prefeitura desembolsou R$ 300 mil. Conforme consta no contrato, o artista recebeu o pagamento com antecedência de 15 dias. Em agradecimento, Xand escancarou: “Eu estou falando que ele (Gustavo Mendanha) é o meu governador. Eu vou votar no Gustavo Mendanha, eu viu, gente”, disse o cantor.

No contrato selado entre a gestão e os artistas cita que os recursos foram “oriundos do tesouro municipal”, isto é, dos impostos pagos por cada aparecidense. Os demais, como Zé Vaqueiro, que irá se apresentar no próximo dia 9, recebeu R$ 250 mil, a dupla Zé Ricardo e Thiago (R$ 90 mil), cantora Isadora Pompeo (R$ 75 mil), Cesar Menotti e Fabiano (R$ 245 mil), Leo Magalhões (R$ 180 mil), Saia Rodada (R$ 240 mil) e banda cristão Rosa de Saron (R$ 80 mil).

Os valores devem sofrer alterações para mais, uma vez que o show do cantor Gusttavo Lima foi cancelado, mas deve ser substituído por Wesley Safadão, que pode ter média de cachê igual do artista goiano. Além dos músicos, foram contratados também artistas, como Doideira Moto Show, por R$ 12 mil.

 

Fonte: Jornal Opção

print