Amigos de cozinheira morta após explosão de panela: “Sem acreditar”

O enterro da cozinheira Jade do Carmo Paz Gabriel, 32 anos, que morreu após explosão de panela de pressão no restaurante Tavares, em Ceilândia, nesse domingo (8/5), será realizado na tarde desta segunda-feira (9/5) no Campo da Esperança de Taguatinga.

A mulher era natural de Caxias (MA) e morava no Distrito Federal com a esposa e o filho. Nas redes sociais, familiares e amigos de Jade postaram homenagens.

“Que fatalidade triste. Nós não esperávamos uma coisa dessas, a ficha ainda não caiu. Agora espero que ela esteja num lugar melhor”, comentou um colega. “Não consigo acreditar nessa partida. Deus console nossos corações”, escreveu outro.

 

Jade tinha se casado em janeiro de 2021 com a atual companheira e compartilhava diversos momentos ao lado da mulher. A cozinheira também postava muitas fotos ao lado do filho. Em algumas, aparece beijando e se declarando ao garoto.

 

Veja imagens:

 

Nas redes sociais, o restaurante Tavares lamentou o ocorrido e disse que permaneceria fechado durante o domingo (8/5). Jade e outras duas mulheres que estavam nas proximidades do fogão onde a panela estourou foram diretamente atingidas no incidente. Jade morreu no local, com parada cardiorrespiratória.

A mulher chegou a ser socorrida no local por um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas após aproximadamente 55 minutos de manobras de massagem cardiopulmonar, ela não resistiu aos ferimentos e seu óbito foi declarado. As outras duas funcionárias saíram sem ferimentos. O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) as avaliou e ambas não precisaram ser transportadas ao hospital.

 

Fonte: Metrópoles.

print