Arrecadação de ICMS sobre petróleo e combustível bate recorde no início de 2022

A arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre petróleo, combustível e lubrificantes registrou recorde de R$ 34,23 bilhões nos quatro primeiros meses deste ano, segundo dados do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), órgão que responde ao Ministério da Economia.

Desde o início da série histórica, em 1999, esta é a segunda vez que o número ultrapassa a casa de R$ 30 bilhões nos quatro primeiros meses do ano. Em 2021, a arrecadação chegou a R$ 30,41 bilhões no primeiro quadrimestre de um ano.

Mesmo já registrando recorde de arrecadação, o número do ICMS sobre petróleo e combustível recolhido até abril deste ano ficará ainda maior. Isso porque alguns estados não enviaram à administração federal os dados de impostos arrecadados de todos os meses até o momento.

Por enquanto, os estados do Acre, Amazonas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina e Sergipe disponibilizaram os valores da arrecadação do tributo sobre petróleo e combustível dos quatro meses iniciais do ano.

print