Lula é alertado sobre possível ataque em cidade da facada de Bolsonaro

Auxiliares do ex-presidente Lula foram alertados de que bolsonaristas estariam “armando” um protesto contra o petista durante sua passagem por Juiz de Fora (MG), onde ele cumprirá agenda nesta quarta-feira (11/5).

O alerta foi dado por um parlamentar mineiro ao ex-ministro Luiz Dulci, um dos coordenadores da campanha de Lula este ano. Nascido em Minas Gerais, Dulci acompanha o ex-presidente na viagem ao estado nesta semana.

Juiz de Fora é administrada pela ex-deputada federal Margarida Salomão (PT-MG) e ficou marcada por ter sido a cidade onde o hoje presidente Jair Bolsonaro sofreu atentado à faca durante ato na campanha eleitoral de 2018.

Após o alerta da manifestação bolsonarista, a campanha de Lula decidiu redobrar a segurança do petista em Minas. O local em que o ex-presidente participará do ato político em Juiz de Fora também foi alterado.

Protesto em Campinas

Na semana passada, Lula foi alvo de protesto na cidade de Campinas (SP). O carro em que o petista estava foi cercado por bolsonaristas, que xingaram o ex-presidente enquanto o veículo tentava passar.

O protesto foi reprimido por seguranças de Lula. Um deles acabou chamando a atenção por portar uma arma longa, identificada posteriormente como sendo uma submetralhadora.

 

Fonte: Metrópoles.

print