Guedes afirma que vai seguir com estudos para privatizar a Petrobras

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta quinta-feira (12/5), que a pasta dará prosseguimento aos estudos para privatizar a Petrobras e a Pré-sal Petróleo S.A (PPSA), responsável por gerir os contratos da União no pré-sal.

A declaração de Guedes foi dada após receber a solicitação do novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sashcida, para início dos estudos de desestatização da PPSA.

“O Adolfo me entrega isso hoje [a solicitação], eu encaminho imediatamento para a Secretaria Especial do PPI [Programa de Parcerias de Investimentos] para que ela faça uma resolução ad referendum que inicie os estudos. Isso deve ser feito hoje mesmo. Nós vamos dar sequência aos estudos para a PPSA e, depois, então, a Petrobras”, afirmou o ministro.

Guedes evitou a polêmica de falar que rombos passados na Petrobras.

 

“Eu não quero falar de quem roubou a Petrobras, assaltou a Petrobras. Durante anos roubaram, foram condenados, eu não quero falar isso. Quero simplesmente receber como um programa de governo, que teve 60 milhões de votos, receber aqui o pedido do novo ministro de Minas e Energia e encaminhar o processo”, disse Guedes.

Em entrevista na quarta-feira (11/5), Sachsida afirmou que sua gestão vai priorizar as ações de privatização da estatal.

 

“Meu primeiro ato como ministro será solicitar ao ministro Paulo Guedes, presidente do Conselho do PPI , que leve ao conselho a inclusão da PPSA no PND [Programa Nacional de Desestatização] para avaliar as alternativas para sua desestatização”, declarou Sachsida.

 

Fonte: Metrópoles.

print