Adolescente morre após levar choque enquanto trabalhava lavando carro

Goiânia – Um adolescente de 17 anos morreu após levar um choque em Jataí, no sudoeste de Goiás, a 320 km da capital. De acordo com a Polícia Militar (PM), Benedito Cavalcante Dantas recebeu a descarga elétrica no momento em que lavava um carro na casa de um cliente. A Polícia Civil investiga o caso de morte, o segundo pelo mesmo motivo em 34 dias na cidade.

Segundo o boletim de ocorrência, o caso ocorreu na quinta-feira (12/5). Uma testemunha disse que Benedito estava usando uma bota de borracha, mas tirou o calçado, pois estava machucando. Em seguida, ele teria colocado um chinelo, porém, logo depois, tomou o choque elétrico.

Benedito morreu na tarde da última quinta-feira (12), na casa de um cliente. Segundo a investigação, o responsável pela empresa de lavagem de carros contou que o adolescente trabalhava com eles há três meses, e o equipamento que ele manuseava já tinha sido utilizado na manhã do acidente, mas não apresentou problemas.

Inquérito

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso e analisar a parte técnica do equipamento utilizado, assim como as condições do local de trabalho.

A depender do resultado dos laudos, o caso pode configurar um homicídio culposo, por possível ausência de equipamentos de proteção individual, por exemplo, para responsabilizar por negligência diante dessa atividade.

Outro caso

Em outro caso, no dia 9 de abril deste ano, Enivaldo Alves de Sousa, de 51, morreu ao levar um choque elétrico dentro de uma oficina mecânica, em Jataí. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele estava caído em uma poça de água e ao lado dele havia uma lavadora de alta pressão.

Segundo a ocorrência, a lavadora estava ligada, e o homem tinha queimaduras pelo corpo. Um laudo da Polícia Técnico-Científica confirmou a morte por descarga elétrica.

Os bombeiros contaram que o homem não era funcionário fixo do local e prestava serviço de diária para os donos da oficina.

 

Fonte: Metrópoles.

print