Depois da Europa, EUA confirma 1º caso de varíola de macaco no país

O Departamento de Saúde Pública (DPH) do estado de Massachusetts, nos Estados Unidos, confirmou, nesta quarta (18/5), o primeiro caso de varíola de macaco no país. O paciente é um homem que esteve no Canadá recentemente. O CDC, órgão equivalente ao Ministério da Saúde, analisou a situação do paciente.

O paciente está hospitalizado e em boas condições de saúde — de acordo com o DPH, o caso não oferece risco ao público. Os possíveis contatos que estiveram com o homem durante a infecção estão sendo rastreados.

Os Estados Unidos estavam acompanhando seis pacientes que estiveram em um voo com um caso positivo. Na Europa, Reino Unido, Portugal e Espanha já identificaram 17 casos da varíola de macaco.

A doença foi diagnosticada pela primeira vez em humanos em 1970 e, de acordo com o perfil dos pacientes infectados atualmente (homens gays ou bissexuais, em sua maioria), provavelmente é transmitida por meio do sexo sem proteção, além de pelo contato com lesões em pessoas doentes ou gotículas liberadas durante a respiração.

Os primeiros sintomas são febre, dor de cabeça, dor no corpo e nas costas, inchaço nos linfonodos, exaustão, calafrios e bolinhas que aparecem no corpo inteiro (principalmente rosto, mãos e pés) e evoluem, formando crostas, até cair.

Fonte: Metrópoles.

print