Bolsonaro autoriza e militares farão “megadesfile” no 7 de setembro

Se as comemorações do 7 de setembro de 2021 foram ruidosas, com ataques frontais de Jair Bolsonaro a Alexandre de Moraes, as deste ano prometem ser ainda mais – especialmente pela proximidade das eleições e pelo discurso do presidente da República contra o sistema eleitoral.

E, a depender do Exército, não faltará palco para eventuais excessos presidenciais. O alto comando das Forças Armadas está preparando para este ano um desfile de proporções nunca vistas, segundo oficiais de alta patente ouvidos pela coluna.

O plano é mobilizar um número recorde de tropas e de veículos e aeronaves militares. O desfile principal, por óbvio, será em Brasília, mas os comandantes já se movimentam para organizar celebrações também em outras cidades do país onde há unidades militares.

A coluna perguntou quanto o evento custará aos cofres públicos, mas o Exército respondeu que ainda não tem uma estimativa.

O discurso para justificar o “megadesfile” já está na ponta da língua: os oficiais-generais à frente da organização dos festejos, que têm aval do presidente Jair Bolsonaro, dizem que é preciso realizar uma comemoração especial neste ano em razão do bicentenário da Independência.

Fonte: Metrópoles.

print