CMO quer iniciar análise de contas do TCU o mais rapidamente possível

Parlamentares da Comissão Mista de Orçamento (CMO) querem iniciar a análise das contas do Tribunal de Contas da União (TCU) o mais rapidamente possível.

A ideia de deputados ouvidos pela coluna é escolher um relator até esta sexta-feira (10/6). Ele deverá iniciar já na próxima semana a análise da prestação de contas da Corte, algo que não acontece há mais de 10 anos.

O presidente da CMO, deputado Celso Sabino (União-PA), avisou ao fim da sessão do colegiado na quarta-feira (8/6) que recebeu os dados relativos a 2021. Ele ainda aguarda as contas de 2012 até 2020.

A análise das contas do TCU é vista como mais um passo do Congresso contra decisões da Corte que paralisaram obras e ações pelo Brasil por suspeita de irregularidades.

Os parlamentares querem que a Corte peça aval dos congressistas antes de parar obras. Em especial, as tocadas pela Codevasf, órgão favorito do Centrão para distribuir as emendas de relator, base do orçamento secreto.

O colegiado, responsável por votar o Orçamento enviado pelo Executivo, já aprovou por unanimidade uma recomendação ao TCU, lembrando que cabe ao Congresso a decisão de paralisar atos e obras.

Membros da CMO ouvidos pela coluna alegam que decisões do TCU podem trazer prejuízo para a União. Citam, por exemplo, a compra de tratores, que teve o valor alterado graças à alta do dólar quando retomada.

 

Fonte: Metrópoles.

print