Derrota de Bolsonaro no STF esquenta disputa por vagas no STJ

A derrota de Kassio Nunes Marques na Segunda Turma, no três a dois que manteve a decisão do TSE de cassar o mandato de Fernando Francischini, atiçou a disputa pelas duas vagas abertas no STJ.

O resultado, com o voto se Gilmar Mendes contrário ao Planalto, foi visto pelos desembargadores que estão na lista de nomes para ocupar as duas vagas como algo capaz de enfraquecer o desembargador Ney Bello, que era considerado o único nome cuja escolha já estava decidida por Bolsonaro.

Gilmar é o padrinho da candidatura de Ney, e há expectativa de que haja um retaliação ao ministro por Bolsonaro.

 

Fonte: Metrópoles.

print