Eduardo Cunha: “O PT pode vir quente que estou fervendo”

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha ironizou, nesta quinta-feira (9/6), a possibilidade de ter seu domicílio eleitoral questionado pelo PT.

Em suas redes sociais, o ex-parlamentar argumentou que seu caso é totalmente diferente da situação do ex-ministro Sergio Moro (União Brasil).

Cunha alega que mantém, há muitos anos, um imóvel de família em São Paulo. Por isso, seria inócuo o PT, por meio do deputado Paulo Teixeira (SP), pedir para Justiça indeferir seu pedido de troca de domicílio eleitoral.

 

Cunha – assim como Moro e os ex-ministros Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) e Marina Silva (Rede) – decidiu trocar seu domicílio eleitoral para São Paulo, com objetivo de concorrer no pleito de outubro. O ex-deputado espera recuperar seus direitos políticos para tentar voltar para a Câmara no próximo ano.

O deputado Paulo Teixeira, por sua vez, anunciou em suas redes sociais que vai acionar a Justiça Eleitoral para questionar a mudança de residência de Cunha, cuja base eleitoral sempre foi o Rio de Janeiro.

 

Fonte: Metrópoles.

print